Em partida dramática, Federer vence Millman no quinto set e avança no Australian Open
Foto: Divulgação/Australian Open

Após uma partida de 4h03 nesta sexta-feira (24), cinco sets e muito drama, o #3 Roger Federer venceu o #47 John Millman e se classificou para a quarta rodada do Australian Open. O australiano havia sido algoz do ex-número um em 2018 quando venceu a partida de oitavas de final de virada no US Open.

Com parciais de 4/6, 7/6, 6/4, 4/6 e 7/6(8), Federer garantiu sua 100ª vitória no primeiro Major do ano. Ano passado, ele havia conquistado também sua 100ª vitória em Wimbledon.

Oh, Deus, foi duro!” comentou Federer em entrevista pós jogo. “Graças a Deus tinha o match tiebreak ou eu teria perdido essa. Por onde começar? Acho que John jogou uma ótima partida.... Ele é um grande lutador, um bom cara, foi decidido no último momento”.

Muito errático no primeiro set, o suíço chegou a alcançar a marca de 14 erros não forçados contra apenas quatro. Com percentuais de pontos vencidos com os dois serviços abaixo dos percentuais de Millman, o australiano saiu na frente no placar ao anotar 6/4.

Sem quebras, a segunda série se encaminhou para o tiebreak. Sacando melhor, Federer garantiu dois mini breaks alcançando 6-1 com facilidade no game de desempate. Pontuando mais uma vez no serviço do tenista da casa, se viu fechando por 7-2 e empatando o jogo em um set para cada.

Perdendo sete pontos com seus dois saques, Roger precisou de uma quebra para virar o jogo para dois sets a um a seu favor. Apesar de seguir errático, o campeão de 2017 do Australian Open conseguiu vencer mais pontos de retorno no serviço de Millman, alcançando 37% deles com o primeiro saque do australiano.

Millman disparou menos bolas vencedoras que o suíço no quarto set, mas, em compensação, cometeu metade dos erros não forçados. Federer venceu apenas quatro pontos com seu segundo serviço e viu o australiano quebrar seu saque apenas uma vez para a partida novamente ficar empatada, desta vez, com dois sets para cada lado.

Com uma quebra para cada na última série, o jogo foi resolvido apenas no match tiebreak. Ele perdeu anteriormente partidas de cinco sets para o búlgaro Grigor Dimitrov na última temporada durante o US Open e contra Novak Djokovic na final em Wimbledon. Sua partida mais recente de vitória em um quinto set foi na ocasião em que foi campeão do Australian Open em 2018 ao derrotar Marin Cilic e, assim, conquistar seu 20º título de Grand Slam.

Millman chegou abrir a vantagem de 3-0 e depois 8-4 no game decisivo. Sacando em 8-6, o australiano perdeu seus dois pontos de serviço e viu o helvético empatar em 8-8. Sem mais perder pontos durante a parcial, Federer fechou o jogo na primeira oportunidade que teve, liquidando a partida em jogo que durou mais de quatro horas. Um dado que mostra o equilíbrio da última série é que o ex-número um venceu 50 pontos contra 49.

A partida se encerrou com Federer disparando 62 bolas vencedoras contra 40, mas alcançando 82 erros não forçados – seis a mais do que quando perdeu a partida em quatro sets para Millman – contra 48. Em total de pontos vencidos, a diferença entre os dois tenistas foi de apenas dois – com vantagem para o vencedor do jogo.

O detentor de seis títulos em Melbourne enfrentará na próxima rodada o #67 Marton Fucsovics, que vem de partida tranquila de 1h47 contra o americano #80 Tommy Paul em sets diretos. Fucsovics só perdeu um set até agora no torneio e se tornou o primeiro húngaro a se classificar para as oitavas de final. Este será o terceiro encontro entre os dois tenistas em que o ex-número um venceu ambos sem perder sets.

Roger Federer busca vencer o Major australiano pela sétima vez e empatar com Novak Djokovic como maior vitorioso do torneio na Era Aberta.

MEDIA: 5VOTES: 1
VAVEL Logo