No 31º confronto das irmãs Williams, Serena vira contra Venus e segue viva em Lexington
Foto: Divulgação/WTA

A #9 Serena Williams prevaleceu em mais um encontro com a irmã nas quadras. Dessa vez, o triunfo foi pela segunda rodada do WTA de Lexington, nos Estados Unidos, nesta quinta-feira (13). Essa foi a 19ª derrota da #67 Venus Williams no confronto direto entre as duas; ela tem 12 vitórias até hoje.

O placar nesse caso foi de 2 sets a 1 de virada para Serena, com parciais de 3/6, 6/3 e 6/4. Foram quase duas horas e meia de uma partida bastante disputada. As tenistas se revezaram na liderança em alguns momentos.

Serena começou mal o jogo. Apesar de ter conseguido quebra logo no game inicial, ela teve apenas 50% de aproveitamento com o primeiro serviço na parcial e cedeu a virada. Venus conseguiu vencer quatro cinco games seguidos e saiu na frente do placar.

O segundo set, por sua vez, apresentou a irmã mais nova à beira da perfeição no seu serviço e também na devolução. Ela venceu todos os pontos jogados com o primeiro saque, teve apenas uma dupla falta contra quatro da oponente e não cedeu nenhum break point. Enquanto isso, Venus ficou contra a parede cinco vezes e, apesar de ter se salvado em 80% delas, perdeu a parcial com uma quebra contra.

Por fim, a terceira etapa chegou e trouxe novamente uma briga constante pela liderança. A número 67 do mundo saiu atrás com o saque quebrado no terceiro game, deu o troco em dobro na sequência e ficou próxima de desbancar a irmã. Ela tinha 4/2 e saque nas mãos, mas não aproveitou a oportunidade.

Serena voltou a colocar a pressão de costume na devolução, ajudada pelo segundo saque mais fraco que veio do outro lado em quase metade dos pontos. As duas quebras foram devolvidas no momento preciso e o 2/4 se transformou em 6/4. Resultado final de 2 a 1 para a principal cabeça de chave.

Essa foi a 100ª vitória de virada na carreira de Serena Williams. Nas quartas de final do Top Seed Open, ela irá encarar a vencedora do duelo entre a #118 Shelby Rogers e a #120 Leylah Annie Fernandez.

VAVEL Logo