Nishikori testa positivo para coronavírus, está fora de Cincinnati e não deve jogar US Open
Foto: Divulgação/ATP

O tenista japonês #31 Kei Nishikori anunciou neste domingo (16) que está fora do Masters 1000 de Cincinnati e também, possivelmente, deve do US Open, ambos os torneios em Nova York. O ex-número 4 do mundo testou positivo para o novo coronavírus.

Após o acontecimento, o jogador soltou um comunicado em que afirma que seguirá na Flórida, onde vive, para se recuperar da doença.

"Nessa manhã, enquanto ainda estava na Flórida, testei positivo para a Covid-19. Nesse momento, vou precisar desistir de competir no Masters 1000 de Cincinnati. Eu e meu time vamos fazer novos testes na sexta-feira e eu espero ter novas notícias até lá. Estou me sentindo bem, com sintomas leves, mas obviamente vou me manter em completo isolamento para a segurança de todos. Nós planejávamos viajar para Nova York nessa segunda, mas vamos seguir na Flórida. Trago notícias na sexta-feira", afirmou Nishikori em nota oficial.

Finalista do US Open em 2014, Nishikori deve anunciar nessa semana se terá possibilidades de jogar o Grand Slam. Porém, é preciso que teste negativo para o coronavírus e que faça o isolamento social antes de voltar às quadras.

Lesionado, Kei Nishikori não chegou a atuar em 2020. A última vez que o japonês entrou em quadra foi justamente no US Open da última temporada, tendo sido derrotado logo na terceira rodada da competição. 

VAVEL Logo