Análise da chave masculina do US Open; brasileiros têm caminho complicado
Foto: Divulgação/US Open

A chave masculina do US Open foi divulgada. O torneio se iniciará com o #1 Novak Djokovic como único representante do 'big 3', já que o atual campeão, #2 Rafael Nadal, decidiu não participar da competição, assim como o #4 Roger Federer, que se recupera de lesão.

Depois de faturar o Australian Open no início do ano, o sérvio busca mais um Grand Slam para se aproximar de Rafael Nadal - o espanhol tem 19 títulos de major e Djokovic possui 17. No seu caminho até esse objetivo, ele terá que passar primeiro pelo bósnio #107 Damir Dzumhur.

Na parte de cima da chave, está também o #7 Alexander Zverev. O alemão terá um adversário complicado na sua estreia, o sul-africano #124 Kevin Anderson, que já foi vice-campeão em Nova Iorque e faz apenas seu segundo torneio após longo tempo machucado. A favor, ele conta com ótima vantagem no confronto direto: cinco vitórias e nenhuma derrota.

Enquanto isso, no outro lado, o #3 Dominic Thiem, o #4 Daniil Medvedev, atual vice-campeão, e o #134 Andy Murray são os destaques. Caso nenhuma zebra ocorra, esses três tenistas devem fazer confrontos muito disputados nas quartas e semifinal.

O britânico ex-número um pode enfrentar possivelmente dois brasileiros no seu caminho na competição. Na segunda rodada, há a possibilidade do oponente ser o #82 Thiago Monteiro, que já terá duelo complicado contra o canadense #20 Félix Auger-Aliassime na rodada inicial.

O paranaense #113 Thiago Wild seria o possível oponente de Murray na terceira fase. Ele estreará contra o #28 Daniel Evans.

O US Open acontece de 31 de agosto a 13 de setembro em Nova York. As partidas serão realizadas com portões fechados nesse ano.

Confira a chave completa

VAVEL Logo