Djokovic sofre, mas vence Bautista-Agut em jogo tenso e vai à decisão de Cincinnati
Foto: Divulgação/ATP

O #1 Novak Djokovic está na grande final do Masters 1000 de Cincinnati, mas não teve vida fácil para confirmar a vaga. Ele precisou de quase três horas de duelo e um jogo mental forte para escapar da eliminação pelo #12 Roberto Bautista-Agut. O placar foi de 2 sets a 1, com parciais de 4/6, 6/4 e 7/6(0), nesta sexta-feira (28).

Os tenistas fizeram um jogo equilibrado em todos os sentidos, tanto nos momentos regulares quanto nos erros. Em nenhum do sets algum dos dois passou sem ser quebrado. A única estatística em que houve algum destaque de um para o outro foi de aces, com 14 anotados pelo sérvio e apenas dois pelo espanhol.

As duas primeiras parciais foram bem parecidas. Duas quebras a favor daquele que venceria a etapa no final e uma para o outro. Djokovic saiu atrás com derrota no set inicial e precisou de mais de uma hora para empatar com vitória no segundo.

O terceiro e último set foi uma verdadeira "terra de ninguém". Dos doze games disputados, metade resultaram em quebra, três para cada. Foram três também as mudanças de liderança, com nenhuma delas mantida, o que culminou no desempate por tie-break. Ambos jogadores tiveram a chance de sacar para o jogo, mas desperdiçaram.

Foi justamente no momento de decisão que aconteceu a única boa distância de um dos tenistas sobre o outro. Djokovic passeou, ganhando todos os pontos do tie-break, e não deu outra chance para o adversário.

Com a vitória, Novak Djokovic vai à sua final de número 51 em Masters 1000 na carreira, com 34 títulos conquistados. Sua vantagem é grande no confronto direto contra #30 Milos Raonic, que vem de vitória sobre o #6 Stefanos Tsitsipas. O sérvio venceu todos os dez confrontos contra o canadense. A partida neste sábado (29) acontece por volta das 14h.

VAVEL Logo