Após dois sets intensos, Clijsters sucumbe a Alexandrova no US Open
Foto: Divulgação/WTA

Aos 37 anos, Kim Clijsters era, quase, uma novata. Depois de ser tricampeã do US Open (em 2005, 2009 e 2010), ela passou a se dedicar à família. Após dar a luz a três filhos, na edição de 2020 do grand slam norte-americano, ela retornou e estreou nesta terça-feira (1º) contra #29 Ekaterina Alexandrova

O retorno da belga, que sequer está ranqueada na WTA, porém, foi curto. Ela perdeu por dois sets a um para a russa. Mas não deixou de ter bons momentos na partida. Alexandrova, porém, confirmou o favoritismo e anotou 3/6, 7/5 e 6/1, em 1h47.

Categoria

A forma física, de Clijsters, de fato, não é mais a mesma. Além da idade, vale relembrar que ela desistiu do WTA Premier 5 de Cincinnati por conta de uma lesão na coxa. No começo de jogo, porém, tais situações são minimizadas. E isso ficou evidente no primeiro set.

No quarto game, Clijsters quebrou o serviço de Alexandrova. Foi, por sinal, a única quebra de serviço de todo o primeiro set. Mas não foi o único momento em que a russa passou sufoco.

No oitavo game, quando a belga já vencia por 5/2, a cabeça de chave 21 por muito pouco não teve o saque quebrado. O período teve incríveis 21 pontos, com quatro break points (e, consequentemente, set) points - todos salvos por Alexandrova. No game seguinte, porém, Clijsters fechou o set em 6/3.

Equilíbrio

O segundo set começou com duas quebras de serviço em três games. No segundo, Alexandrova fez 2/0. No terceiro, a belga reagiu. Até o nono game, quando a russa abriu 5/4, apenas um break point esteve em disputa.

Nos últimos três games, porém, a maré mudou. No décimo game, vencido por Clijsters, foram dois break points de Alexandrova. No seguinte, um break point da parte da belga. O 6/5, porém, mostrou-se cruel com a ex-número um do mundo. Em nove pontos, a russa quebrou o saque da adversária e fechou o set em 7/5.

Desandou

Seja pela falta de ritmo de jogo ou pelo desânimo causado pela derrota no segundo set, o terceiro set do jogo viu Clijsters sem ser competitiva. E olha que, logo no primeiro game, ela quebrou o serviço de Alexandrova.

Dali em diante, porém, só deu a russa. Os seis games seguintes foram vencidos por Alexandrova, que venceu o jogo por 6/1 - e precisou de um único match point para confirmar o triunfo.

Próximos jogos 

Na segunda rodada do US Open, Alexandrova enfrenta a norte-americana #124 Catherine Mcnally, que vem de vitória em dois sets sobre a #85 Viktoria Kuzmova.

VAVEL Logo