Rogers salva quatro match points, surpreende Kvitova e avança no US Open
Foto: Divulgação/WTA

Em uma de suas maiores vitórias na carreira, a #93 Shelby Rogers bateu a #12 Petra Kvitova nas oitavas de final do US Open. A estadunidense chegou a salvar quatro match points, mas eliminou a bicampeã de Wimbledon com parciais de 7/5(5), 3/6 e 7/6(6), em 2h43. Este foi o segundo encontro entre as duas, e a segunda vitória de Rogers.

Kvitova teve melhores números em praticamente todas as estatísticas da partida. Ele teve um saldo de winners para erros não-forçados de incríveis +23 (58 e 35, respectivamente), enquanto Rogers teve 26 e 23. A tcheca quebrou a rival e 4/14 chances que teve, enquanto a estadunidense aproveitou 2/5 chances. Além disso, a ex-número dois do mundo venceu 12 pontos a mais no total - 121 a 109 -, e, mesmo assim, saiu derrotada.

Após perder o primeiro tiebreak e empatar o jogo de forma convincente no segundo set, Kvitova teve três match points no décimo game da terceira parcial, todos salvos por Rogers. No game desempate, ela teve mais uma chance de fechar, quando sacava em 6-5, mas bateu uma dupla falta. Aí, a estadunidense resistiu, venceu os três últimos pontos e garantiu a grande vitória.

Rogers avança pela segunda vez na carreira às quartas de final de um Slam - a primeira foi em Roland Garros 2015. Com a campanha em Nova Iorque, ela já garante ao menos a 55ª posição no ranking - sua melhor até hoje foi a 48ª, em 2017. A estadunidense de 27 anos nunca venceu um título WTA - foi vice em Gstaad 2014 e no Rio Open 2016, ambas no saibro.

Em busca de vaga às semifinais, Rogers enfrenta a vencedora do confronto entre a #9 Naomi Osaka e a #21 Anett Kontaveit.

VAVEL Logo