Em grande virada no US Open, Thiem bate Zverev e vence seu primeiro Slam
Foto: Divulgação/US Open

De virada, o #3 Dominic Thiem venceu seu primeiro título de Grand Slam na carreira em cima do #7 Alexander Zverev neste domingo (13). Esta é a quarta final de Major da carreira do austríaco e a primeira do alemão. Pelo US Open, esta foi a primeira vez que a final foi decidida no tiebreak do quinto set. O austríaco marcou 2/6, 4/6, 6/4, 6/3 e 7/6(6), em 4h02.

O número três do ranking é o primeiro austríaco a ser campeão de Grand Slam desde Thomas Muster em Roland Garros em 1995.

Nós começamos a conhecer um ao outro em 2014 e imediatamente começamos a desenvolver uma grande amizade e também uma grande rivalidade. Fizemos grandes coisas acontecerem dentro e fora das quadras. É incrível o quão longe esta jornada nos trouxe para compartilhar este momento. Eu gostaria que a gente pudesse ter dois campeões hoje. Nós dois merecíamos”, comentou Thiem.

Muito à vontade com seu saque no início, Zverev perdeu apenas três pontos com seus dois serviços na primeira parcial. O alemão precisou quebrar duas vezes para vencer o primeiro set com um ace por 6/2 em 31 minutos. O cabeça de chave cinco do torneio disparou 16 bolas vencedoras a quatro e cometeu seis erros não-forçados a oito. Thiem ganhou os dois pontos em que subiu à rede enquanto Sascha venceu sete das oito vezes.

Apesar de ter sido quebrado sacando para a segunda parcial em 5/2, Zverev não desperdiçou a segunda oportunidade e fechou em 6/4. O número sete do ranking seguiu firme com o primeiro serviço nessa série vencendo 18 dos 21 pontos com este.

No terceiro set, Zverev quebrou Thiem no terceiro game, mas não sustentou seu serviço na sequência. A parcial seguiu equilibrada até o austríaco aproveitar mais uma oportunidade e fechar a parcial por 6/4 em 51 minutos diminuindo a vantagem do alemão para dois sets a um.

Os dois tenistas alcançaram o mesmo percentual de pontos com o primeiro serviço, mas o finalista do Australian Open desta temporada alcançou 56% com o segundo enquanto Zverev venceu 42% com este. Subindo melhor à rede, Thiem venceu sete pontos em dez subidas contra quatro pontos do alemão em oito oportunidades.

Mais confiante em quadra, na quarta série, Thiem venceu 80% dos pontos com seu primeiro saque e 100% com o segundo contra 73% e 43% de Zverev respectivamente. O terceiro colocado do ranking cometeu apenas dois erros não forçados contra 12 e não teve seu serviço ameaçado durante a parcial. Uma quebra foi suficiente para o austríaco vencer a parcial por 6/3, empatar a partida em dois a dois e levar a partida para o set decisivo.

O quinto set começou nervoso para os dois lados. O cabeça de chave dois começou a última parcial quebrando o saque de seu adversário, mas Zverev a devolveu imediatamente.

A partida seguiu com cada tenista confirmando seu próprio game de serviço, mas, no oitavo game, Zverev achou uma brecha, quebrou e sacou para o título em 5/4. Com três bolas vencedoras neste game, Thiem quebra o serviço do alemão e empata mais uma vez a partida. Com mais uma quebrada para cada lado, o título foi definido apenas no tiebreak do quinto set.

Absolutamente desgastados, os dois fizeram um tiebreak muito tenso e com ponto tensos, sem muita intensidade. Zverev conseguiu logo um minibreak no game decisivo após um erro forçado de esquerda do austríaco, mas não conseguiu administrar a vantagem após cometer uma dupla falta.

O alemãi chegou a abrir 3-2, mas perdeu três pontos seguidos vendo Thiem abrir 5-3. O número três do ranking chegou ao seu primeiro ponto do título com uma bola vencedora de direita, mas deixou ficar empatado novamente em 6-6 com um erro não forçado. Com mais uma bola vencedora e contando com um erro não forçado de esquerda do alemão, o cabeça de chave venceu o tiebreak por 8-6 e liquidou a partida em três sets a dois de virada em mais de quatro horas.

VAVEL Logo