Hibino surpreende Ostapenko em Strasbourg e faz melhor campanha em saibro na carreira
Foto: Divulgação/WTA

Bicampeã de torneios WTA em quadras duras, a #83 Nao Hibino nunca teve grandes resultados no saibro. Na semana passada, ela caiu nos qualies em Roma para a Melania Delai, então número 838 do mundo. Em Strasbourg, porém, ela já conseguiu sua melhor campanha na carreira em torneios na terra batida.

Nesta quinta-feira (24), Hibino bateu pela segunda vez no WTA de Strasbourg uma finalista de Roland Garros. Depois de eliminar Stephens na estreia, a japonesa bateu pela primeira vez em três encontros a #43 Jelena Ostapenko, campeã do Aberto da França de 2017, parciais de 7/6(2) e 7/6(4), em 1h44. 

Nos dois sets, a japonesa esteve quebra atrás no placar. No primeiro, Ostapenko abriu 4/2, depois Hibino teve três set points no 12º game, mas a letã forçou o tiebreak. No game desempate, a campeã de Roland Garros 2017 não venceu nenhum ponto no seu saque e perdeu por 7-2.

No segundo set, Ostapenko teve vantagem maior ainda. Ela chegou a abrir 5/2, antes de ceder quatro games seguidos para Hibino, antes de finalmente confirmar seu saque para forçar novo tiebreak. Desta vez, houve mais equilíbrio, mas novamente o saque da letã foi o problema. Sacando em 4-5, ela não teve força o suficiente para confirmar as duas passagens pelo serviço e acabou levando 7-4.

A própria Hibino admitiu surpresa pela campanha em Strasbourg. "É surpreendente para mim estar indo bem nesta semana. Jogar em uma quadra de saibro não é minha coisa favorita. Ostapenko bate forte e tem bom backhand e forehand, então eu continuei dizendo a mim a mesma para colocar a bola de volta o máximo possível", disse após a partida. A estratégia deu certo, já que Ostapenko teve 17 erros não-forçados a mais no jogo (38 a 21).

Nas semifinais do Internationaux de Strasbourg, Hibino enfrenta a #18 Elena Rybakina, que vem de vitória por 6/3 e 6/2 sobre a #40 Shuai Zhang. Rybakina é a tenista com mais finais no ano no circuito - quatro, com um título.

VAVEL Logo