Em partida de quase cinco horas, Carballés Baena surpreende Shapovalov em Roland Garros
Roberto Carballés Baena venceu Denis Shapovalov em Roland Garros 2020 (ATP/Divulgação)

Quase cinco horas de jogo - mais precisamente, 4h57m. E, mais do que isso: a surpresa no final da peleja. Em Roland Garros 2020, #101 Roberto Carballés Baena superou #11 Denis Shapovalov e avançou para a terceira fase do Slam nesta quinta-feira (1º).

Com tanto tempo com a bolinha em quadra, o que não faltaram foram fatos e alternativas para os dois atletas.

Zebra armando o bote

Logo no terceiro game, Baena quebrou o saque de Shapovalov. A vantagem se manteve até o décimo game, quando o canadense quebrou o serviço do adversário. Não demorou para que o espanhol retomasse a vantagem: no momento seguinte do jogo, a peleja já estava 6/5. E, com um game a mais (e nove pontos nele), o pior ranqueado fechou o primeiro set em 7/5.

Mesmo quando Shapovalov confirmou o favoritismo, teve doses de emoção. Nos dois primeiros games do segundo set, uma quebra para cada lado. E assim ficou até o 11º game: nova quebra de serviço, agora de Baena - e, no seguinte, o canadense devolveu. No tiebreak, também apertado, vitória do favorito por 7-5 - e 7/6 na parcial do período.

Serviços confirmados

O terceiro set viu Baena ganhando confiança. Em todo o período, apenas uma quebra - e do espanhol, no quarto game. Até o final da etapa, encerrada em 6/3, destaque para o oitavo game, com nove pontos - sendo três set (e break) points.

O roteiro se repetiu no quarto set. Apenas uma quebra, novamente no quarto game - agora de Shapovalov. Mais do que isso: no serviço seguinte de Baena, muita dificuldade para o espanhol. Em 13 pontos (sendo três break points), o número 101 do mundo sofreu para manter o serviço. No fim das contas, novo 6/3, desta vez para o canadense.

Emoções

Como todo quinto set, o da partida teve uma montanha-russa de sentimentos. Se os saques foram mantidos nos quatro primeiros games, Shapovalov quebrou o saque de Baena em um incrível quinto game - com treze pontos, com direito a quatro break points.

O canadense se manteve com a vantagem até o décimo game. O momento, por sinal, marcou uma série de quebras de serviço: três ao todo. Com o set em 6/6, Baena confirmou o saque e, na sequência, novamente quebrou o serviço de Shapovalov, encerrando a peleja em 8/6.

O que vem por aí

Na terceira fase de Roland Garros, Roberto Carballés Baena enfrentará #20 Grigor Dimitrov, que vem de vitória tranquila sobre o #102 Andrej Martin.

VAVEL Logo