Djokovic vence desafio em cinco sets contra Tsitsipas e vai à decisão de Roland Garros
Foto: Divulgação/ATP

Quem pegou os dois primeiros sets da semifinal de Roland Garros, nesta sexta-feira (09), entre #1 Novak Djokovic e #6 Stefanos Tsitsipas, pensou que o sérvio iria nadar de braçadas. Ledo engano. Melhor ranqueado, o tenista tropeçou nos dois períodos seguintes e viu o grego empatar a peleja. 

No final, porém, prevaleceu a superioridade dos dois primeiros sets iniciais de Djokovic. O quinto set foi inteiramente dominado pelo sérvio, que fechou em três sets a dois, parciais de 6/3 6/2, 5/7, 4/6 e 6/1, em 3h58.

Soberano

É bem verdade que Djokovic teve dificuldades para confirmar o primeiro game da partida: foram 11 pontos - sendo quatro break points. A vantagem, porém, veio logo no momento seguinte, quando quebrou o saque de Tsitsipas. Tal vantagem foi mantida até o final do set, com todos os games confirmados - com destaque para o sétimo, que teve nove pontos disputados.

O segundo set foi ainda mais simples para Djokovic. Ao invés de uma quebra, foram duas do número um do mundo: os do quinto e sétimo games. O período foi fechado com parcial de 6/2.

Reação

Até certo ponto, o terceiro set era monótono até o oitavo game. Sem quebras de saque e com momentos curtos (o maior foi o segundo, com nove pontos), o período foi, de fato, tornar-se mais emocionante no nono game, quando Tsitsipas teve o saque quebrado.

No décimo game, Djokovic chegou a ter um match point. Mas, nos 11 pontos, prevaleceram os três break points de Tsitsipas, que voltou a empatar o período em 5/5. Mais do que isso: após confirmar o saque no 11º game, o grego, novamente, quebrou o saque do sérvio no seguinte, em sete pontos.

As quebras de saque no quarto set começaram cedo. No segundo e terceiro game, cada tenista foi abatido pelo rival. Nos quinto e sétimo games, ambos com saque de Tsitsipas, o grego teve dificuldade para confirmar o serviço: 11 pontos em cada momento e, ao todo, sete break points nos dois games.

Após mais 11 pontos no nono game (e um break point) e nova confirmação de serviço com dificuldade, Tsitsipas quebrou o saque de Djokovic e fechou o set em 6/4, forçando o quinto período.

Pouca disputa

Quando todos esperavam que o derradeiro set fosse emocionante, Djokovic tratou de colocar as coisas no devido lugar. Após confirmar o saque, mais uma vez, com dificuldade (foram nove pontos, contando com um break point), Tsitsipas fez pouco.

Até o sexto game, três games tiveram apenas cinco pontos - e, mesmo assim, foi o máximo do set. O sétimo, entretanto, teve toda a disputa que o restante do período não teve. Em 11 pontos, o grego teve a terceira quebra de serviço seguida - e sucumbiu em três sets a dois para Djokovic.

O que vem por aí

Na final do Aberto da França, Djokovic enfrentará o maior vencedor da história do torneio, #2 Rafael Nadal, que vem de vitória em três sets sobre o #14 Diego Schwartzman.

VAVEL Logo