Garin supera Wawrinka em partida acirrada na estreia em Viena
´Cristian Garín venceu Stan Wawrinka no ATP de Viena 2020 (ATP/Divulgação)

O ranqueamento muito parelho de #22 Cristian Garin e #19 Stan Wawrinka já deu mostras do que estava por vir: um jogo extremamente equilibrado. Garin acabou vencendo na estreia do ATP 500 de Viena por dois a um, parciais de 6/4, 6/7(9) e 6/3, em 2h16.

Deslize inicial fatal

Logo no terceiro game, após dois momentos rápidos, Garin quebrou o serviço de Wawrinka - após sete pontos. Tal situação mostrou-se decisiva no cômputo geral do set, fechado pelo chileno em 6/4.

Destaque para os dois últimos games do período. Junto com o já citado terceiro, foram os mais longos da série: sete pontos.

Tiebreak extenso

Se o primeiro set teve apenas uma quebra de serviço, o segundo nem isso teve. Todos os saques foram confirmados. Mais do que isso: apenas um momento teve grande pontuação. No décimo game, iniciado por Garín, nove pontos.

Chamou atenção, entretanto, a dificuldade de Wawrinka em fechar o set. Garin fez 3-0, quebrando o saque do suíço. Depois veio a virada, com 5-4. Os tenistas, então, ficaram trocando pontos até Stan fechar em longos 11-9. Vale destacar que, na parte mais decisiva do período, em vinte pontos, foram nove saques não-confirmados.

Roteiro semelhante

Quem acompanhou o terceiro set sentiu muitas semelhanças com a história escrita no primeiro período do jogo. Logo no primeiro saque de Wawrinka, saque quebrado - em um momento longo da peleja, com nove pontos. No seguinte, mais sete pontos - mas o saque de Garín foi confirmado.

Dali para frente, o game mais longo foi o nono, com sete pontos. Como a partida não teve mais quebras de saque, a peleja foi encerrada com 6/3 a favor do chileno.

O que vem por aí

Na segunda rodada do Erste Bank Open, Cristian Garin enfrenta o atual campeão do torneio, #3 Dominic Thiem, que teve dificuldades na estreia contra o lucky loser #529 Vitaliy Sachko, vencendo com parciais de 6/4 e 7/5.

VAVEL Logo