Na semifinal das surpresas, Sonego elimina Evans em Viena
Foto: Divulgação/ATP

Na sua melhor campanha em um torneio deste nível, o lucky loser #42 Lorenzo Sonego se garantiu na final do ATP 500 de Viena. Ele venceu neste sábado (31) o #33 Daniel Evans com parciais de 6/3 e 6/4, em 1h20.

Quando o ATP de Viena teve início pouquíssimos imaginariam que #42 Lorenzo Sonego e #33 Daniel Evans estariam nas semifinais. O torneio, repleto de jogadores com rankings melhores, entretanto, permitiu ao italiano e ao britânico se enfrentarem em estágio tão avançado.

Sonego eliminou nada mais, nada menos que Novak Djokovic, atual número um do mundo. Após perder na última rodada do qualifying para Aljaz Bedene, ele se garantiu na decisão sem perder nenhum set na chave principal.

Sem decepções

As duas zebras não deixaram com quem pensassem que ambos estavam na semifinal por acaso. Em alto nível técnico, a partida viu dois atletas que pouco erraram e eram rápidos sacando. No primeiro set, a exceção foi Evans. Logo no segundo game (primeiro sacado por ele), o britânico teve o saque quebrado. O deslize mostrou-se decisivo, já que Sonego fechou o set em 6/3.

Vale destacar que a peleja era muito dinâmica e rápida. Em apenas 32 minutos tudo foi resolvido. O game com mais pontos foi o sétimo, com cinco. Todos os demais tiveram, apenas, quatro ou três.

Desconcentração

O começo do segundo set foi um período complicado para os dois tenistas. Os três primeiros games do período tiveram saques quebrados, e o tridente inteiro com cinco pontos disputados em cada momento.

Sonego saiu da sequência vencendo por 2/1, e abriu 3/1 no game seguinte. E a vantagem, novamente, se confirmou até o final do set. Destaque para o oitavo game, com sete pontos trocados entre os dois tenistas e confirmado pelo italiano - que venceu o período por 6/4.

O que vem por aí

Na final do Erste Bank Open, Lorenzo Sonego enfrenta o russo #8 Andrey Rublev, que vencia o #111 Kevin Anderson por 6/4 e 4/1 quando o sul-africano desistiu por lesão.

VAVEL Logo