Em longa batalha, Fucsovics busca reação incrível no fim e elimina Wawrinka em Melbourne
Foto: Divulgação/ ATP Tour

Nesta quarta-feira (10), o húngaro #55 Martón Fucsovics salvou três match points e derrotou o suíço #18 Stan Wawrinka na segudna rodada do Australian Open. Após quase quatro horas de partida, Fucsovics venceu por 3 a 2, parciais de 7/5, 6/1, 4/6, 2/6 e 7/6(9).

A partida

No primeiro set, Fucsovics conseguiu sua primeira quebra logo no terceiro game. O húngaro manteve a vantagem até o oitavo game, quando Wawrinka conseguiu devolver a quebra e empatar o set. Fucsovics conseguiu mais uma quebra no 11º game e logo depois confirmou seu serviço para vencer o set. 

No segundo set, o húngaro começou muito melhor e rapidamente abriu 4/0. O suíço até conseguiu fazer um game, mas Fucsovics não abaixou o nível e venceu o set por 6/1. 

Wawrinka voltou melhor para o terceiro set e logo no primeiro game conseguiu sua primeira quebra. O suíço foi muito regular no seu game de serviço até o fim do set e não permitiu nenhuma chance de quebra, vencendo o set por 6/4. 

No quarto set, Wawrinka seguiu melhor e assim como o húngaro já havia feito, abriu 4/0 rapidamente no set. O suíço não deu chances para Fucsovics nos seus games de serviço e fechou o set em 6/2, levando a decisão da partida para o quinto e último set. 

O último set, começou bastante equilibrado. A primeira chance de quebra veio no oitavo game, e Fucsovics não desperdiçou. No game seguinte, o húngaro teve a chance de sacar para a partida, mas Wawrinka mais uma vez se manteve vivo e devolveu a quebra sofrida no game anterior. Sem mais quebras, o set foi ser decidido no tiebreak

No Australian Open, o tiebreak do quinto set é de 10 pontos e não 7 como o normal. No tiebreak, Wawrinka começou melhor e abriu boa vantagem e teve 9-6. Mas o suíço viu Fucsovics se recuperar na partida, salvar três match points e virar o tiebreak para 11-9 para vencer a partida. 

Na próxima rodada, o húngaro enfrenta o canadense #15 Milos Raonic, que vem de vitória sobre o #71 Corentin Moutet.

VAVEL Logo