Barty cai para Badosa nas quartas em Charleston; Kudermetova derruba ex-campeã Stephens
Foto: Chris Smith/Volvo Car Open

Vindo de bicampeonato em Miami, a #1 Ashleigh Barty acabou eliminada nas quartas de final do WTA 500 de Charleston. A #71 Paula Badosa conquistou sua maior vitória da carreira ao anotar 6/4 e 6/3, em 1h18, nesta sexta-feira (9).

Barty esteve mais errática que o normal, após uma partida longa diante de Rogers nas oitavas de final. A australiana teve 14 break points a seu favor, mas só aproveitou dois deles, enquanto foi quebrada em 5/10 oportunidades que cedeu. A número 1 do mundo teve apenas 59% de aproveitamento dos pontos com primeiro serviço e somente 24% com o segundo, além de ter cometido cinco duplas faltas.

Badosa nunca havia vencido uma tenista dentro do top 20 na carreira, mas, em Charleston, derrubou a #12 Bencic e agora a atual 1 do mundo. Esta foi a tenista pior ranqueada a vencer Barty desde setembro de 2019.

A espanhola vai atingir seu melhor ranking da carreira após a campanha em Charleston, atingindo ao menos o 62º posto.

Kudermetova elimina ex-campeã Stephens

Em busca de sua primeira final na carreira, Badosa encara nas semifinais a #38 Veronika Kudermetova. A russa derrubou a #57 Sloane Stephens, campeã de 2016, parciais de 6/3 e 6/4, em 1h34.

Após três vitórias em sets diretos, Stephens encerrou sua campanha em Charleston nas quartas de final. A estadunidense não tinha perdido nenhum set no torneio até enfrentar a russa, mas não resistiu. A dona da casa teve mais break points a seu favor (sete a cinco), mas conseguiu apenas duas quebras, contra quatro de Kudermetova.

A russa não havia enfrentado nenhuma tenista do top 150 antes de superar Stephens, mas agora confirmou a boa fase diante de uma ex-campeã e vai em busca de sua segunda final no ano.

Kudermetova e Badosa já se enfrentaram duas vezes na carreira, e a russa venceu ambas, uma delas em Abu Dhabi neste ano.

VAVEL Logo