Barty sai atrás, mas supera Sabalenka e conquista WTA 500 de Stuttgart
Além de dois troféus, australiana ainda faturou dois carros da Porsche, patrocinadora do torneio (Foto: Divulgação/Porsche Tennis Grand Prix)

A australiana #1 Ashleigh Barty segue colecionando conquistas no circuito mundial. Neste domingo (25), a número 1 do mundo bateu, de virada, a bielorrussa #7 Aryna Sabalenka, por 2 sets a 1, parciais de 3/6, 6/0 e 6/3, e conquistou o troféu do WTA 500 de Sttutgart.

É a terceira vez que ela sobe ao lugar mais alto do pódio apenas em 2021, após vencer um dos torneios preparatórios para o Australian Open e também o Miami Open.

O primeiro set foi de bastante equilíbrio, mas Sabalenka teve melhor solidez e conseguiu ser efetiva no momento certo para conseguir a única quebra de serviço do set, no oitavo game. Isto possibilitou a vitória por 6/3, com a bielorrussa ganhando mais de 80% dos pontos tentados em seu primeiro serviço.

Na segunda parcial, um jogo totalmente diferente e uma Sabalenka irreconhecível, tecnicamente e mentalmente. Apostando tudo na agressividade, a bielorrussa sofreu com os erros e a queda de concentração, que possibilitaram a reação de Barty, que atropelou e fechou em 6/0, sem sofrer nenhuma ameaça de quebra de serviço. A australiana ainda conseguiu ganhar 10 dos 11 pontos de seu primeiro serviço.

No último set, Sabalenka tentou esboçar uma reação, mas o jogo mental pesou negativamente para ela. Barty conseguiu logo de cara quebrar o serviço da adversária, que a devolveu no quinto game. A bielorrussa não segurou o ímpeto da australiana, que recolou-se à frente do placar no game seguinte, devolvendo a quebra sofrida.

Após 1h46 minutos, a número 1 do mundo confirmou a vitória por 2 sets a 1. Esta foi a terceira vitória seguida de virada da australiana no torneio.

A conquista em solo alemão representa o 11º troféu de simples na galeria da australiana, que se mantém mais do que nunca no topo do ranking. 

Dobradinha

Horas depois, Barty voltou à quadra ao lado de Jennifer Brady e conquistou também o torneio de duplas. Elas bateram a dupla cabeça de chave 1, formada por Desirae Krawczyk e Bethani Mattek-Sands, parciais de 6/4, 5/7 e 10-5, em 1h42.

A australiana venceu também seu 11º título de duplas, o primeiro desde Roma 2019. Já Brady conquistou seu primeiro título desta categoria.

VAVEL Logo