Atual campeã, Bertens cai para Kudermetova em Madrid; Jabeur vira contra Stephens
Foto: Divulgação/Mutua Madrid Open

Campeã da última edição do WTA 1000 de Madrid em 2019, a #10 Kiki Bertens fez uma de suas melhores atuações desde que se recuperou de uma lesão no tendão de Aquiles, mas caiu neste sábado (1º) na segunda rodada do torneio. Ela perdeu para a embalada #28 Veronika Kudermetova em dois sets, parciais de 6/4 e 6/3, em 1h21.

Sétima melhor tenista contando apenas torneios em 2021, Kudermetova alcançou a 22ª vitória no ano. Ela conseguiu explorar o segundo saque de Bertens e ainda usou de muitos dropshots, arma que a holandesa não conseguiu administrar. A atual campeã chegou a ter 4/2 de vantagem no primeiro set antes de perder quatro games em sequência e também quebrou primeiro na segunda parcial, mas acabou perdendo cinco dos últimos seis games do jogo.

Ainda longe de sua melhor forma em 2021, Bertens venceu apenas dois dos seis jogos que fez no ano. Com a derrota precoce em Madrid, ela vai perder 935 no ranking e cai, no mínimo, para a 17ª colocação na próxima atualização.

Enquanto isso, Kudermetova, que já venceu um título no saibro em 2021, avança para enfrentar pela primeira vez na carreira a #12 Petra Kvitova. A tcheca, que é tricampeã em Madrid, vem de vitória em dois sets sobre a #26 Angelique Kerber.

Jabeur vira contra Stephens

A #51 Sloane Stephens deu mais mostras de seu verdadeiro potencial, mas não resistiu na segunda rodada do Mutua Madrid Open. Ela caiu para a #25 Ons Jabeur de virada, parciais de 4/6, 6/1 e 6/3, em 1h57.

Depois de cometer muitos erros não-forçados na primeira parcial - 13 -, Jabeur voltou totalmente renovada no segundo, onde reduziu esta estatística para zero e teve nove winners, muitos através de dropshots. Stephens teve um alto índice de primeiro serviço em quadra durante a partida - 75% -, mas o saque acabou sendo pouco efetivo - ela foi quebrada sete vezes.

O terceiro set, porém, foi equilibradíssimo. Stephens teve sete break points no total, mas Jabeur conseguiu salvar todos, e aproveitou um único dos cinco que teve, o que foi suficiente para vencer a partida.

Como havia avançado até as quartas de final em 2019, Stephens vai perder mais de 300 pontos no ranking e deixar o top 60 da WTA na próxima atualização, sua pior posição desde agosto de 2017.

Por outro lado, Jabeur, que estreia no torneio, pode superar sua melhor marca no ranking (25º lugar) caso avance mais uma fase. A tunisiana, que foi vice-campeã no WTA 250 de Charleston há duas semanas, encara nas oitavas de final em Madrid a vencedora do confronto entre a #70 Bernarda Pera e a #11 Belinda Bencic.

VAVEL Logo