Após vice em Madrid, Berrettini estreia com vitória em Roma; Dimitrov e Monfils são eliminados
Foto: Divulgação/Internazionali BNL d'Italia

Após chegar à sua maior final da carreira em Madrid, o #9 Matteo Berrettini estreou com vitória no Masters 1000 de Roma. O dono da casa superou jogo duro diante do #30 Nikoloz Basilashvili, vencendo com parciais de 4/6, 6/2 e 6/4, em 2h05, nesta terça-feira (11). Esta foi a terceira vitória de Berrettini em cinco encontros contra o georgiano.

Apesar de ter uma porcentagem pior de aproveitamento com o primeiro saque e igual no segundo, Berrettini conseguiu ser mais firme nos momentos cruciais. Ele serviu 12 a quatro em aces, além de ter salvou 5/7 break points que enfrentou, enquanto Basilashvili foi quebrado em 4/5 que cedeu.

O próximo adversário de Berrettini no Internazionali BNL d'Italia é o #42 John Millman, que vem de vitória sobre o #37 Dusan Lajovic em dois sets.

Dimitrov perde terceira consecutiva; Monfils, a oitava

Quadrifinalista em 2020, o #17 Grigor Dimitrov foi eliminado logo na estreia na edição deste ano do Masters 1000 de Roma. Ele caiu para o qualifier #48 Alejandro Davidovich Fokina, que fechou a partida com parciais de 6/4 e 7/6(2), em 1h44.

Esta foi a terceira derrota seguida de Dimitrov na temporada, após quedas nas oitavas em Monte Carlo e na estreia em Madrid. O búlgaro chegou a ter dois set points no saque de Davidovich no segundo set, mas não conseguiu converter. O espanhol acabou vencendo oito dos últimos dez pontos para fechar a partida. Esta foi a 14ª vitória do jovem de 21 anos em 2021 em partidas de chave principal, superando ainda em maio melhor marca na carreira.

O próximo adversário de Davidovich Fokina é outro qualifier, o #49 Cameron Norrie, que bateu na estreia da chave principal o #96 Roberto Carballés Baena.


De volta às quadras após três meses, o #15 Gael Monfils conseguiu equilibrar, mas caiu na estreia para o #33 Lorenzo Sonego, parciais de 6/4, 5/7 e 6/4, em 2h50. O francês jogou apenas oito partidas desde a parada do circuito por causa da pandemia, e perdeu todas.

Sonego pediu tempo médico quando sacava em 40-15 no oitavo game e, depois disso, venceu os três últimos games para fechar a partida. No encontro na rede, Monfils, em clima amistoso, disse que o italiano era o melhor jogador, mas que poderia ter um pouco mais de respeito na próxima vez.

O dono da casa enfrenta na próxima rodada o seu compatriota #90 Gianluca Mager, que conquistou sua primeira vitória em nível Masters 1000 na carreira sobre o #23 Alex de Minaur.

VAVEL Logo