Djokovic completa jornada dupla com vitória sobre Sonego e vai em busca do bi em Roma
Novak Djokovic venceu Lorenzo Sonego no Masters 1000 de Roma 2021 (ATP / Divulgação)

O sábado (15) foi inesquecível para o #1 Novak Djokovic. O sérvio jogou duas partidas de fases bastante agudas do Masters 1000 de Roma 2021 e venceu ambas. Na semifinal, o atual campeão venceu o italiano #33 Lorenzo Sonego por dois sets a um. 

Em 2h45, Djokovic começou a partida vencendo por 6/3. No segundo, o italiano precisou do tiebreak: o 7/6 veio após 7-5 na parte decisiva; no período final, 6/2 a favor do sérvio.

Cansaço?

Em games curtos, Djokovic foi cirúrgico para garantir a vitória no primeiro set. No quarto game, ele quebrou o saque do italiano e apenas administrou a vantagem para vencer por 6/3 o primeiro set.

O segundo período teve momentos mais longos. Em dez pontos, Sonego confirmou o terceiro game após rejeitar um break point; no sétimo momento, novas dificuldades para ele, que necessitou de 12 pontos - e não deixou que três bps se confirmassem.

No nono game, mais 12 pontos - e dois break points rejeitados por Sonego. A primeira vez que Djokovic sofreu no segundo set foi no décimo momento, com dois break (e set) points recusados pelo número 1 do mundo. No game seguinte, enfim, o sérvio quebrou o saque do adversário - mas, na sequência, ele desperdiçou dois match points em 12 pontos totais, enquanto o italiano confirmou o segundo break point. No tiebreak, Djokovic rejeitou o primeiro ponto do adversário e chegou a abrir 4-2; mas, no final, Sonego fez quatro pontos consecutivos e concluiu o 7/6 ao cravar 7-5.

Djokovic teve dificuldades no primeiro game do terceiro set: foram oito pontos e três break points recusados para que ele vencesse. Quem teve o serviço quebrado foi Sonego, no quarto momento do período. O italiano voltou a ser rejeitado no oitavo game, quando o sérvio fechou a contagem (e a partida) em 6/2.

O que vem por aí

Após mais de seis horas em quadra, Djokovic terá como desafio neste domingo (16), na decisão do Internazionali BNL d'Italia, o #2 Rafael Nadal, que bateu nas semifinais o #47 Reilly Opelka.

VAVEL Logo