Konjuh abandona no segundo set, e Badosa garante título em Belgrado
Foto: Divulgação/WTA

A #44 Paula Badosa venceu seu primeiro título de WTA neste sábado (22). Em sua primeira final da carreira, a tenista de 23 anos enfrentou a #188 Ana Konjuh, ex-top 20, pelo WTA 250 de Belgrado, na Sérvia, e conquistou o troféu, mas o fez sem uma vitória completa.

Konjuh abandonou a partida quando o placar apontava 6/2 e 2/0 para a espanhola. Com dores no quadril direito, a croata não conseguiu permanecer mais em jogo. Não foram divulgadas maiores informações sobre a lesão até o fechamento dessa matéria.

O desgaste físico também afetou bastante a partida de Konjuh. Por conta do atraso na programação, a partida de semifinal aconteceu no sábado mais cedo. Ela precisou de mais de duas horas para derrotar a colombiana Osorio Cerrano em dois tie-breaks.

Badosa também jogou duas partidas no dia, mas teve bem mais facilidade contra Viktoriya Tomova. A espanhola tirou vantagem disso na final e foi agressiva. Ela exerceu bastante força na devolução e venceu 57% dos pontos iniciados pela oponente. A croata do outro lado, sentiu a pressão e teve baixo aproveitamento, com cinco duplas faltas, 50% de primeiro saque em quadra, 52% de sucesso com o primeiro serviço e 33% com o segundo.

No primeiro set, Konjuh sofreu três quebras e confirmou seu saque em apenas um dos games. Ela também perdeu os dois primeiros games da segunda etapa, antes de perceber que não dava mais para continuar. 

Paula Badosa subirá dez posições no ranking da WTA após a conquista do título, chegando a 34º. Mesmo com a derrota, Konjuh, que teve muitos problemas de lesão entre 2018 e 2020, vai retomando seu melhor nível. Ela vai subir 44 posições na próxima atualização do ranking, atingindo a 144ª colocação.

VAVEL Logo