Em casa, Cecchinato vence Munar e vai à final em Parma
Marco Cecchinato venceu Jaume Munar no ATP 250 de Parma 2021 (ATP / Divulgação)

Festa italiana! Na semifinal do ATP 250 de Parma, o #104 Marco Cecchinato venceu #80 Jaume Munar por dois sets a um nesta sexta-feira (28) e avançou à decisão do torneio.

Em longas 2h41, Cecchinato precisou do tiebreak para vencer o primeiro set - o 7/6 veio após 7-2 no tie-break. No seguinte, vitória de Munar: 6/1. No desempate, o anfitrião devolveu o 6/1.

Festa italiana

Os dois primeiros games tiveram oito pontos - e o segundo, sacado por Munar, teve três break points rejeitados. No terceiro momento, a primeira quebra de saque da partida, com Cecchinato sendo vencido - o saque rejeitado voltou a se repetir no sexto e sétimo games.

No oitavo e nono momentos, dez pontos para cada um - com cada sacador recusando um break point. Anteriormente atrás no placar, o italiano quebrou o saque do espanhol no décimo game e reempatou a peleja. Com a parcial mantida, Munar começou o tiebreak na frente, com 2-1, mas, após seis pontos em sequência, o italiano fechou a parcial em 7-2.

O italiano entrou disperso no segundo set, perdendo logo o primeiro game sacado por ele - o segundo; e, logo na sequência, Munar abriu 3/0 de vantagem. O primeiro momento vencido por Cecchinato foi o quarto, mas apenas após 12 pontos. No sexto, novo saque desperdiçado pelo italiano, com o espanhol aproveitando o segundo break point após oito pontos. 

O set desempate teve games bastante longos na média. Os três primeiros games, entretanto, foram vencidos por Cecchinato - o primeiro após oito pontos; o segundo (na primeira quebra de saque do período) e o terceiro, depois de dez.

Dez pontos também teve o quarto momento, único vencido por Munar - que, mesmo assim, precisou recusar três break points. O quarto e o quinto games tiveram oito pontos cada - e, no sexto, Cecchinato voltou a quebrar o saque do ibérico, encerrando a contagem em 6/1 no momento seguinte.

O que vem por aí

Esta será a quinta final do ex-top 20 na carreira, a quinta no saibro. Ele tem três títulos e um vice - em Cagliari 2020, na última vez que chegou à decisão. Semifinalista de Roland Garros 2018, Cecchinato sobe ao menos para o 83º posto do ranking às vésperas de mais um Aberto da França. Caso seja campeão, ele retorna ao top 70.

Na final do Emilia-Romagna Open, Cecchinato enfrenta o #63 Sebastian Korda, que venceu nas semifinais duelo estadunidense contra o #55 Tommy Paul.

VAVEL Logo