Humbert surpreende Auger-Aliassime em Halle e vai à maior final da carreira
Ugo Humbert venceu Felix Auger-Aliassime no ATP 500 de Halle 2021 (Divulgação/ATP)

Quando o ATP 500 de Halle começou, o #31 Ugo Humbert não era um dos favoritos. Eis que, neste sábado (19), ele se classificou para a final na competição ao vencer, por dois sets a um, #21 Felix Auger-Aliassime, que vinha de um vice-campeonato em Stuttgart, na abertura da temporada de grama, e de vitória sobre Roger Federer nas oitavas de final.

O francês começou a partida vencendo por 6/4. Na sequência, o canadense empatou a peleja ao fazer 6/3. O triunfo de Humbert foi consolidado no tiebreak: o 7/6 veio após 7-5 no desempate do terceiro set.

Este foi o quarto confronto entre os dois, o terceiro na grama, e Humbert lidera o confronto direto em 3 a 1. Esta será a terceira final do francês, a primeira em 2021, a primeira na grama e também a primeira em nível ATP 500. Ele venceu as duas anteriores, ambas no ano passado, em Auckland e Antuérpia.

Francês na final

A partida já começou movimentada: nos três primeiros games, duas quebras de saque - incluindo no terceiro momento, quando Ugo Humbert, após dez pontos, aproveitou o segundo break point e quebrou o saque do adversário.

Foi o francês, entretanto, que teve dificuldades no sexto game, com doze pontos e dois break points para confirmar o serviço. Logo na sequência, porém, ele rejeitou Auger-Aliassime para ficar em vantagem de 4/3. Daí em diante, coube a Humbert administrar a vantagem para vencer o primeiro set por 6/4.

Sentindo o golpe, Auger-Aliassime anda teve o saque quebrado no primeiro game do segundo set. Ele ainda teve dificuldades no quinto momento, precisando de oito pontos e rejeitando dois break points. O começo da virada veio no sexto momento, quando o canadense recusou o francês - e se consolidou no oitavo, em nova rejeição. No final, 6/3 a favor do canadense.

O começo do terceiro set teve games curtos, e a peleja mudou no sétimo momento, após Humbert precisar recusar três break points e anotar doze pontos para confirmar o saque. O nono e o décimo momentos tiveram dez pontos e saques confirmados pelos sacadores, mas cada um deles teve dois break points - que, no caso do décimo game, também foram match points salvos por Aliassime.

No tiebreak, o francês abriu 4-1 e, dali em diante, apenas sustentou a vantagem para fazer 7-5 - e encerrar a contagem do set em 7/6.

O que vem por aí

Na final do Noventi Open, Humbert enfrentará o russo #7 Andrey Rublev, que vem de vitória sobre o #30 Nikoloz Basilashvili.

VAVEL Logo