Azarenka vence partida épica contra Cornet e vai às quartas de Bad Homburg
Victoria Azarenka venceu Alizé Cornet no WTA 250 de Bad Homburg 2021 (WTA / Divulgação)

Foram quase três horas de jogo, mas #14 Victoria Azarenka salvou quatro match points e conseguiu confirmar o favoritismo nas oitavas de final do WTA 250 de Bad Homburg 2021. Contra #56 Alizé Cornet, a bielorrussa venceu por 2 sets a 1 e avançou no certame.

A bielorrussa começou a partida vencendo: 6/4 no primeiro set. Na sequência, a resposta da francesa: 6/3. No desempate, vitória apenas no tiebreak: o 7/6 veio após 9-7 no momento decisivo. A peleja teve 2h52 e viu Azarenka superar, também, dores na região abdominal.

Equilíbrio

Nos dois primeiros games da partida, duas quebras de saque. A chave da vitória veio no quinto momento, quando Azarenka quebrou o saque da adversária após dois break points.

O final do período, entretanto, foi emocionante. No sétimo momento, novas dificuldades para Cornet, que precisou de sete pontos para vencer - mesmo número de pontuação do nono, que teve um break (e set) point rejeitado pela francesa. No oitavo momento, doze pontos e dois break points; no décimo, dez pontos e um break point, todos eles rejeitados para que, no segundo set point, a bielorrussa fechasse a parcial em 6/4.

O segundo set também começou complicado para Cornet: ela foi confirmar o saque apenas depois de dez pontos e após recusar um break point. No segundo, entretanto, ela refutou o saque da adversária - e impôs dificuldades, também, no sexto game, quando a bielorrussa precisou de oito pontos para vencer. Mantendo a vantagem, a francesa fechou a parcial em 6/3.

Azarenka venceu os três primeiros games do terceiro set, quebrando o serviço da adversária no segundo. O primeiro momento sacado por Cornet e com vitória da francesa foi o quarto, mas com custo: dez pontos e um break point refutado - mas, no quinto game, ela rejeitou a adversária. Nova sequência de dois break points consecutivos começou no sétimo momento - com direito a incríveis 14 pontos e quatro break points no sétimo game.

Os três últimos momentos foram longos - e os dois últimos envolveram quebras de saque: oito pontos no décimo game (com direito a francesa rejeitado dois match points; dez pontos no décimo primeiro; e oito no décimo segundo (sendo que, no derradeiro momento, Cornet desperdiçou dois break points).

Em dezesseis pontos no tiebreak, foram nove quebras de saque: Cornet chegou a abrir 5-3, mas deixou Azarenka empatar em 7-7. A bielorrussa, então, anotou dois pontos seguidos, abriu 9-7 e venceu o cotejo.

Próximos jogos

Nas quartas de final do Bad Homburg Open, Azarenka enfrentará #54 Sara Sorribes Tormo

VAVEL Logo