Desgastado, Murray perde para Shapovalov e é eliminado em Wimbledon
Foto: Adrian Dennis/AFP

Depois de vitórias dramáticas e desgastantes sobre o georgiano Nikoloz Basilashvili e o alemão Oscar Otte, o bicampeão #118 Andy Murray foi eliminado na chave individual em Wimbledon, nesta sexta-feira (2). Ele perdeu para o canadense #12 Denis Shapovalov, por 3 sets a 0, com parciais de 6/4, 6/2 e 6/2 após 2h16, na Quadra Central.

O canadense vinha de não jogar a segunda rodada após o W.O. do espanhol Pablo Andujar e Murray, havia travado uma batalha em cinco sets vencendo o qualifier alemão.

Shapovalov começou com tudo, abrindo 5/2. Então, Murray soltou o braço, aplicou bons winners, colocou pressão, encostou com 5 a 4 e chegou a ter dois break points para igualar. Mas o canadense salvou ambos, um com belo voleio curto e fechou a parcial em cerca de uma hora dando um banho de água fria no público, que torcia para o britânico.

No segundo set, Denis foi bem mais efetivo nos games e sacou bem melhor. Abriu 4/0, salvou chances de quebra e vibrou muito ao fechar game e o set por 6/2.

Em seguida, a partida foi paralisada para fechamento do teto retrátil por conta da falta de luz natural. Na volta, o bicampeão não retornou bem faltou-lhe forças para continuar. Shapovalov abriu 4/0 e ainda teve um 15-40 para ampliar o marcador; Murray salvou, mas não foi páreo. Shapovalov sacou dois aces e finalizou em 6/2.

Aos 34 anos, Andy Murray não atuava no tradicional torneio londrino desde 2017 por causa de duas cirurgias sofridas no quadril. Apesar da derrota, a presença do escocês emocionou a torcida presente.

Com a vitória, Shapovalov chegou às oitavas de final pela primeira vez em sua carreira. Ele agora encara o #10 Roberto Bautista-Agut, que vem de vitória em três sets sobre o #62 Dominik Koepfer.

VAVEL Logo