Sabalenka domina Jabeur em Wimbledon e vai à primeira semifinal em Slams
Foto: Jimmie48/WTA

Com dez títulos de simples na carreira, a #4 Aryna Sabalenka chegou em Wimbledon 2021 com a pressão de, finalmente, conseguir uma campanha de destaque em Slams. Cabeça de chave 2 em Londres, a belarussa fez valer o favoritismo e vai disputar pela primeira vez uma semifinal em Majors após bater a #24 Ons Jabeur nesta terça-feira (6).

Sabalenka precisou de apenas 1h15 para anotar 2 sets a 0 diante da tunisiana na Quadra Central, parciais de 6/4 e 6/3. Este foi o terceiro confronto entre as duas, e a segunda vitória da belarussa.

No primeiro set, apenas dois games tiveram break points - o primeiro, quando Sabalenka salvou a chance que cedeu, e o último. Neste, Jabeur chegou a ter quatro oportunidades para confirmar o saque, salvou outros quatro break points, mas não resistiu no quinto, e a belarussa largou na frente.

A segunda parcial já teve mais instabilidade no serviço. Jabeur cedeu cinco chances de quebra e só teve metade de aproveitamento no saque, enquanto Sabalenka enfrentou seis break points e venceu apenas 29% dos pontos no segundo saque. As duas, porém, erraram pouco. A tunisiana só cometeu quatro erros não-forçados, contra nove da rival, que teve 14 a 11 em winners.

A cabeça de chave 2, porém, só foi quebrada uma vez, quando sacava em 2/0. Ela foi ameaçada em outros dois games de serviço - no quinto e nono -, mas conseguiu se impor e sair vencedora.

Sabalenka entrou no torneio com a chance de assumir a liderança do ranking, o que não é mais possível por causa da campanha de Ashleigh Barty. Ela, porém, vai subir no mínimo para a terceira colocação e, caso chegue à final, também ultrapassa Naomi Osaka e alcança a segunda posição entre as melhores do mundo.

O que vem por aí

A adversária de Sabalenka nas semifinais é a #13 Karolina Pliskova, que ainda não perdeu sets no torneio. A ex-número 1 do mundo vem de vitória com duplo 6/2 sobre a #66 Viktorija Golubic. A belarussa é a única tenista restante na disputa pelo título em Londres que nunca foi número 1 do mundo - Barty x Kerber é o outro confronto definido.

Pliskova e Sabalenka já se enfrentaram duas vezes, em 2018, e a belarussa venceu ambas em três sets - uma na grama, em Eastbourne, e a outra em Cincinnati.

VAVEL Logo