Berrettini derrota Hurkacz em Wimbledon e é o primeiro italiano em uma final de Slam desde 1976
Matteo Berrettini venceu Hubert Hurkacz em Wimbledon 2021 (ATP / Divulgação)

Não é apenas a primeira vez em que o #9 Matteo Berrettini chega a uma final de Slam. É, desde 1976, quando Adriano Panatta fez o mesmo em Roland Garros, a primeira vez que um italiano chega tão longe em um dos grandes torneios do calendário do tênis em simples. Nesta sexta-feira (9), em Wimbledon 2021, ele venceu #18 Hubert Hurkacz por três 3 a 1 na semifinal do certame.

Os dois primeiros sets tiveram uma atuação bastante segura do italiano: 6/3 e 6/0. O polonês reagiu no terceiro, fazendo 7/6 após 7-3 no tiebreak; mas, na sequência, a peleja foi encerrada com 6/4, em 2h39. Campeão em Queen's há duas semanas, Berrettini soma 11 vitórias seguidas na temporada.

Final histórica para a Itália

Logo no terceiro game, o polonês mostrou que o serviço do atleta encontraria dificuldades: ele precisou de oito pontos, recusando três break points, para vencer. Berrettini também escorregou no sexto momento, sacando 14 vezes para triunfar - e recusando um de apenas dois break points que cedeu em toda a partida. O italiano não foi quebrado nenhuma vez e fechou a partida com 22 a cinco em aces.

No sétimo e no nono momentos, Hurkacz foi rejeitado (no segundo da sequência, em oito pontos) e permitiu que o italiano vencesse o primeiro set por 6/3.

Um 'pneu' em uma semifinal de Slam não é comum, mas foi isso que Berrettini fez no segundo set contra Hurkacz, que tinha feito o mesmo diante de Roger Federer na rodada anterior. Tendo dificuldade apenas no quinto game, quanto recusou um break point, o italiano não perdeu um game sequer - e venceu por 6/0.

Em games majoritariamente curtos, o terceiro set não teve quebras de saque. Apensas do décimo e 12º games, no saque de Hurkacz, os games foram mais longos, com dez e oito pontos, respectivamente. No tiebreak, Hurkacz abriu 4-0 e, apenas mantendo a vantagem, fechou os et em 7/6 - e o tie-break em 7-3.

A reação, entretanto, acabou já no primeiro game do quarto set: sacando, quando o polonês foi rejeitado por Berrettini. Novamente tendo problemas no quinto (dez pontos) e nono game (oito pontos, recusando um break e match point), o Hurkacz foi derrotado no décimo momento, vendo a parcial do quarto set ser encerrada em 6/4 a favor do italiano.

Próximos jogos

Na final de Wimbledon 2021, Berrettini enfrentará o vencedor do confronto entre o atual bicampeão, #1 Novak Djokovic, e o #12 Denis Shapovalov.

VAVEL Logo