Djokovic confirma favoritismo contra Shapovalov e vai à sétima final em Wimbledon
Divulgação/ATP

O #1 Novak Djokovic enfrentou nesta sexta-feira (9) o #12 canadense Denis Shapovalov e garantiu sua vaga nas finais em Wimbledon pela sétima vez. Ele fechou a partida em três sets, com parciais de 7/6 (3), 7/5 e 7/5, em 2h44 de partida. Atual bicampeão, o sérvio busca seu sexto título em Londres.

A partida

Apesar dos 3 sets a 0, Nole não passou com facilidade por Shapovalov, que começou de maneira ofensiva, acuando o adversário e abrindo uma vantagem de 3/1 no primeiro set.

O sérvio, contudo, conseguiu se manter preciso em momentos de necessidade e se aproveitando da ansiedade e dos erros bobos do rival, que fez sua melhor campanha na carreira em Slams, conseguiu empatar. A decisão foi ao tiebreak e Djokovic saiu na frente por 7/6(3). 

No segundo set, Djokovic salvou os cinco break points que enfrentou e, no único que oportunizou, no 11º game, converteu e fechou na sequência em 7/5.

O terceiro set teve Shapovalov tudo o que pode. Ele teve três break points no segundo game, salvou cinco no seu saque no total, mas no sexto, Djokovic prevaleceu. Com um ace, o favorito declarou vitória e avançou à sua 30ª final de Slams - ele busca o 20º troféu para igualar Rafael Nadal e Roger Federer.

Djokovic, que conquistou cinco troféus em Londres (2011, 2014, 2015, 2018, 2019), não perde no torneio desde 2018.

Próximos passos

Djokovic enfrenta na final o italiano #9 Matteo Berrettini, que busca seu primeiro título de Major e bateu nas semifinais o #18 Hubert Hurkacz em quatro sets. O sérvio e o italiano já se enfrentaram duas vezes, com duas vitórias do atual líder do ranking mundial.

VAVEL Logo