Em final dramática, Svitolina supera Cornet e conquista WTA 250 de Chicago
Foto: Jimmie48/WTA

Debaixo de um calor de quase 35ºC, a #6 Elina Svitolina resistiu e bateu a #68 Alizé Cornet na decisão da edição inaugural do WTA 250 de Chicago. Medalhista de bronze em Tokyo 2020, ucraniana anotou 7/5 e 6/4, em exatas duas horas neste sábado (28), e conquistou seu 16º título na carreira, o primeiro desde setembro de 2020.

Svitolina ampliou seu ótimo retrospecto de finais na carreira, com 16 vitórias e apenas três vice-campeonatos. Este foi o oitavo confronto entre as duas, e o quinto triunfo da ucraniana. Por outro lado, Cornet não vence um título desde Gstaad 2018 e disputou a primeira final desde Lausanne 2019.

Favorita prevalece

As duas sofreram muito fisicamente, principalmente Cornet, que chegou a receber atendimento médico e ser aconselhada pelo técnico e namorado a abandonar a decisão. A condição climática também contribuiu para a grande quantidade de erros não-forçados - foram 41 da ucraniana e 32 da francesa.

Um fator decisivo da partida acabou sendo o aproveitamento de break points. Svitolina converteu todas as seis chances que teve e salvou 5/9 que cedeu. No primeiro set, Cornet teve três oportunidades de quebrar a rival no 11º game, não converteu, e acabou perdendo a parcial no seu saque na sequência.

No segundo set, quando ambas já estavam mais cansadas, a vantagem aberta no início acabou pesando a favor de Svitolina. Ela abriu 3/0 e, a partir do quinto game, nenhum saque foi mais confirmado. Com ambas sofrendo no serviço, a ucraniana foi quebrada sacando em 5/3, mas reuniu forças para devolver na sequência e garantir o título do Chicago Tennis Festival.

O que vem por aí

Com o título, Svitolina ultrapassa Sofia Kenin no ranking e vai disputar o US Open, que começa nesta segunda-feira (30), como a quinta melhor tenista do mundo. Na primeira rodada em Nova Iorque, a ucraniana encara a qualifier #175 Rebecca Marino.

Cornet, que ganha 12 posições no ranking com a campanha em Chicago, enfrenta na estreia do último Slam do ano a #21 Ons Jabeur.

VAVEL Logo