Djokovic tem visto revogado dias antes do início do Australian Open
Foto: Arquivo Pessoal

Não vacinado contra a Covid-19, Novak Nojokovic, número 1 do mundo no tênis, teve mais um problema na Austrália. Depois de ter conseguido uma decisão favorável na Justiça para disputar o Australian Open, o sérvio teve o visto de entrada no país cancelado oficialmente pelo Ministro da Imigração australiano, Alex Hawke, nesta sexta-feira (14).

Djokovic já está preparado, com seus advogados, para tentar recorrer da decisão. A chave do Australian Open foi divulgada nesta quinta-feira (13), com o sérvio posicionado como principal cabeça de chave. A competição inicia na segunda-feira (17).

Visto negado

A sentença saiu na madrugada desta sexta-feira (14). O ministro Hawke revogou o visto do tenista e emitiu um comunicado corroborando sua decisão com base em informações dadas pelo departamento de relações internas e a Força de Fronteiras da Austrália (ABF).

"Hoje exerço meu poder através da seção 133C(3) do Ato Migratório de cancelar o visto possuído pelo Sr. Novak Djokovic por motivos de saúde e boa ordem pública, baseado naqueilo que é de interesse público. O governo (Scott) Morrison está firmemente comprometido em proteger as fronteiras australianas, e em particular em relação à Covid-19".

Entenda o caso

Novak Djokovic busca o décimo título do Australian Open e conseguiu um documento para entrar na Austrália, mas ficou em um hotel de imigração por vários dias ao chegar no país.

Após apelar e recorrer da decisão, Novak teve o acesso permitido ao país, mas não durou muito. Pouco tempo depois, o ministro Hawke retirou o visto.

Dessa forma, o novo cancelamento pode impedir a entrada do tenista na Austrália pelos próximos três anos e o impedir de disputar o Aberto da Austrália.

VAVEL Logo