Svitolina se enrola, mas avança no Australian Open após desistência de Tan; Badosa atropela
Foto: Divulgação/Australian Open

Depois de um bom início, a #17 Elina Svitolina se complicou, mas avançou à terceira rodada do Australian Open 2022 após desistência da #107 Harmony Tan no terceiro set. A francesa sacava em 1/5 na parcial final, logo após receber atendimento, e não conseguiu continuar por causa de muitos problemas de câimbras na partida desta terça-feira (18).

Svitolina acabou avançando com parciais de 6/3, 5/7 e 5/1, em 2h10. A ucraniana abriu rapidamente 5/1 no primeiro set, antes de Tan se recuperar, salvar dois break points e forçar a ucraniana a sacar pressionada em 5/3. A ex-número 3 do mundo foi firme e fechou em set após 36 minutos.

Na segunda parcial, porém, Svitolina passou a cometer muitos erros. Tan, que enfrentou uma top 20 pela primeira vez na carreira, abusou dos dropshots e forçou a ucraniana a subir várias vezes à rede e, nessas situações, a cabeça de chave 15 foi mal - foram 25 erros não-forçados nesta parcial. Mesmo assim, a ucraniana teve match point sacando em 5/4, mas desperdiçou. No 12º game, a francesa quebrou o saque da rival pela quarta vez no set e fez 7/5, em 58 minutos.

Para a parcial final, Svitolina voltou mais agressiva e conseguiu superar a frustração do segundo set, apesar de ainda cometer erros na rede. Após o quinto game, perdendo por 4/1, Tan pediu atendimento e até tentou continuar, mas, com muitas dores, acabou abandonando no sétimo game. A francesa deixou a quadra de cadeira de rodas.

Na terceira rodada, Svitolina terá uma tarefa dura diante da #25 Victoria Azarenka, bicampeã do torneio, que vem de grande vitória sobre a #34 Jil Teichmann. A belarussa tem 100% de aproveitamento em quatro confrontos contra a ucraniana.

Badosa brilha de novo

Em grande fase, a #6 Paula Badosa abriu o dia na quadra central Rod Laver Arena com vitória tranquila sobre a #111 Martina Trevisan. A espanhola venceu sua sétima partida seguida na temporada com parciais de 6/0 e 6/3, em 1h13.

Badosa fechou a partida com cinco aces, 12 winners, 15 erros não-forçados e apenas oito pontos perdidos no saque, sem enfrentar nenhum break point durante toda a partida. De todas as suas passagens no saque, Trevisan só não enfrentou break points duas vezes e não foi páreo para a potência da cabeça de chave 8.

A próxima rival de Badosa é a #66 Marta Kostyuk, que vem de vitória sobre a #35 Sara Sorribes Tormo. As duas já se enfrentaram uma vez, no qualifying do Australian Open 2019, e a espanhola venceu.

VAVEL Logo