Kontaveit desmantela Ostapenko em Doha e vai à segunda final seguida
Foto: Divulgação/WTA

Tenista mais consistente dos últimos meses, a #7 Anett Kontaveit garantiu nesta sexta-feira (25) vaga na decisão do WTA 1000 de Doha, no Catar. A estoniana derrubou a #13 Jelena Ostapenko, que vinha de nove vitórias seguidas, em dois sets, parciais de 6/1 e 6/4, em 1h09.

Kontaveit agora lidera por 4 a 1 o confronto direto contra Ostapenko. A última derrota da letã havia sido justamente para a estoniana, nas semis em São Petersburgo.

O jogo parecia que seria equilibrado, mas mudou após um desafio certeiro da estoniana quando a rival sacava em 1/2 e tinha 40-0 no primeiro set. Depois disso, a estoniana aproveitou a chuva de erros da letã e venceu 17 dos últimos 19 pontos seguintes, fechando o primeiro em 6/1 após somente 25 minutos.

As duas tiveram três winners no primeiro set, mas Ostapenko somou 20 a 2 em erros não-forçados. A segunda parcial iniciou no mesmo ritmo, e Kontaveit chegou a abrir 3/0 após vencer oito games seguidos, mas a letã reagiu.

Ostapenko devolveu uma das quebras e passou a explorar o segundo saque de Kontaveit, equilibrando mais a partida. No segundo set, a letã teve 13 bolas vencedoras e 19 erros não-forçados, contra cinco e dez da estoniana, respectivamente.

O saque de Kontaveit, porém, sempre aparecia nos momentos mais importantes. A estoniana também contou com um pouco de sorte, principalmente no break point que poderia mudar o jogo que ela enfrentou sacando para a partida, mas contou com a ajuda da rede para vencer o ponto e fechar a partida poucos minutos depois: 6/4, em 44 minutos.

O que vem por aí 

Esta foi a nona vitória consecutiva de Kontaveit no ano. Com a campanha no Qatar Total Open,, ela garante a entrada no top 5 da WTA pela primeira vez na carreira e vai disputar sua sétima final nos últimos 12 torneios que disputou - ela venceu cinco das seis anteriores.

Em busca de seu maior título até hoje, Kontaveit enfrenta na final no Catar a vencedora do confronto entre a #8 Iga Swiatek e a #6 Maria Sakkari - o que seria a reedição da decisão do WTA 500 de São Petersburgo, vencido pela estoniana há duas semanas.

VAVEL Logo