Djokovic bate Ruud, vence milésima partida na carreira e vai à final de Roma
Foto: Divulgação/Internazionali BNL d'Italia

Ainda em busca do primeiro troféu em 2022, o #1 Novak Djokovic marcou 6/4 e 6/3 sobre #10 Casper Ruud neste sábado (14) para chegar a decisão do Masters 1000 de Roma, torneio o qual ele é pentacampeão. De quebra, ele ainda alcançou a marca de 1 mil vitórias na carreira.

Ele alcançou a quarta final consecutiva do torneio - o sérvio foi campeão em 2020 e vice em 2019 e 2021. 

Com início avassalador, excelente dentro do jogo que se propunha a fazer, Djokovic abriu rapidamente 4/0 sobre Ruud, que até então não teve a menor chance de se impor na partida. Na primeira oportunidade de fechar o set que teve, sacando em 5/2, viu o norueguês devolver uma de suas quebras, em uma das poucas oportunidades cedidas pelo sérvio, que conseguiu definir o set apenas na segunda oportunidade que teve em seu serviço, jogando com 5/4 no marcador.

A segunda parcial começou com Djokovic abaixo do que havia apresentado no primeiro set, mesmo sem sofrer muito, não conseguiu furar Ruud até o sétimo game, quando aproveitou uma das raras chances que foram cedidas na parcial, botou vantagem no marcador e com um novo break no nono e último game, fez 6/3 e confirmou a ida a final.

"Obrigado ao torneio e à multidão por celebrar essa marca comigo", disse Djokovic. "Eu vi Roger e Rafa celebrarem esse marco nos últimos dois anos e eu estava ansioso para chegar a 1.000 vitórias. Eu sou muito, muito abençoado e privilegiado por ter tantas vitórias no circuito. Faz muito tempo, desde que ganhei minha primeira partida no Tour. Espero poder continuar e muitas outras vitórias por vir". O sérvio é o tenista mais velho a alcançar essa marca na história, com quase 35 anos.

O que vem por aí

Na final desse domingo (15), enfrenta o grego #5 Stefanos Tsitsipas, que bateu o #3 Alexander Zverev nas semis. Este será o décimo embate entre ambos e o sérvio tem seis vitórias até hoje.

Em finais, Djokovic leva vantagem de 3-0 sobre Tsitsipas - ele venceu as decisões do Masters 1000 de Madrid em 2019, do ATP 500 de Dubai em 2020 e por fim, a mais emblemática, a final de Roland Garros em 2021.

VAVEL Logo