Ostapenko sobrevive a jovem Jeong na estreia em Seul; Maria supera Bouchard
Foto: Divulgação/Hana Bank Korea Open

sCampeã em 2017, a wildcard #19 Jelena Ostapenko teve muita dificuldade, mas venceu a #688 Boyoung Jeong na primeira rodada do WTA 250 de Seul, na Coreia do Sul. A jovem de 19 anos, que estreou em torneios de nível WTA, impôs muitas dificuldades contra a ex-top 5, que acabou fechando a partida com parciais de 6/4, 3/6 e 7/6(2), em 2h14, na madrugada desta terça-feira (20).

Ostapenko teve muitos problemas no saque, mesmo sem a grande favorita do torneio. A cabeça de chave 1 cometeu nove duplas faltas, só colocou 51% do primeiro serviço em quadra e foi quebrada em oito dos nove break points que cedeu, enquanto Jeong salvou 8/15.

No set final, Ostapenko chegou a servir para fechar em 5/4, mas foi quebrada de 0-40. No tiebreak, porém, ela perdeu apenas um ponto no saque e finalmente conseguiu a vitória.

Nas oitavas de final do Hana Bank Korea Open, Ostapenko encara a #141 Anastasia Gasanova, que derrotou a #206 Astra Sharma com duplo 7/5 na estreia.

Maria vence jogo duro contra Bouchard

Em duelo equilibrado, a #80 Tatjana Maria, semifinalista de Wimbledon, superou a #520 Eugenie Bouchard na primeira rodada na capital sul-coreana. A alemã fechou a partida com duplo 7/6(5), em 2h19. Este foi o segundo confronto entre elas, e a segunda vitória de Maria.

Bouchard, atuando apenas em seu quarto torneio no ano, teve que ter muita paciência para lidar com os slices de Maria dos dois lados e foi bem em grande parte do jogo, mas, no detalhe, a semifinalista de Wimbledon acabou levando (ela venceu 89 a 84 em pontos).

O primeiro set foi em alto nível, com games curtos, apenas um break point oportunizado pela canadense e nenhuma quebra. O tiebreak também foi decidido no detalhe, mas a cabeça de chave 7 acabou prevalecendo no fim e fazendo 7/6(5), após uma hora.

Já o segundo foi bem diferente, com games mais longos e mais erros não-forçados. Bouchard, que vinha de boa campanha em Chennai, começou um pouco apática e sofreu a quebra no quarto game, mas devolveu logo na sequência. Depois, a canadense salvou três break points no oitavo game e, novamente, quebrou a alemã no nono, tendo a oportunidade de servir para o jogo.

No décimo game, Bouchard teve um set point no seu serviço, mas não conseguiu fechar o set. A decisão se encaminhou para um novo tiebreak, e, outra vez, Maria prevaleceu no detalhe, assegurando a vaga na segunda rodada com novo 7/6(5), em 1h17.

Nas oitavas de final, Maria encara a #309 Kimberly Birrell, que vem de vitória em mais de três horas em duelo australiano contra a #166 Priscilla Hon.

VAVEL Logo