O fim de ano é tempo de festas, de congraçamento, de dinheiro no bolso, bem como de fortes emoções. E certamente nada disso faltará no TMB Platinum – Campeonato Brasileiro Interclubes Olímpico e Paralímpico, competição que acontece em São Paulo (SP) de 9 a 17 de dezembro. As mesas montadas no Centro de Treinamento Paralímpico (CPB) receberão grandes nomes do tênis de mesa, em busca dos derradeiros pontos no Ranking TMB.

A grande festa do tênis de mesa nacional bateu um novo recorde de inscrições para os oito eventos condensados em um: 4.551, sendo 2.526 delas para a disputa individual olímpica. Assim como ocorreu no ano passado, a categoria mais procurada foi o sub-19 masculino, com 211 mesa-tenistas. No feminino, o sub-19 também foi a categoria mais cobiçada, com 62 inscritas. No paralímpico, as Classe 10 masculina e a Classe 3 feminina receberam o maior volume de inscrições.

O principal destaque do evento fica por conta da definição dos campeões do Absoluto A masculino e feminino, as principais categorias em disputa. Serão concedidos 2.000 pontos no ranking e R$ 3.500 ao vencedor do campeonato, sendo este o evento com a maior pontuação em toda a temporada. O vice-campeão leva 1.400 pontos e R$ 1.750. Os semifinalistas faturam 700 pontos e R$ 875 cada. Já os quadrifinalistas somam 350 pontos ao ranking.

Outro atrativo do TMB Platinum – Campeonato Brasileiro Interclubes Olímpico e Paralímpico aos participantes desta categoria é o fato de terem seus resultados validados para fins da Seletiva da Seleção Brasileira adulta, visando as competições do calendário de 2024, com exceção dos Jogos Olímpicos.

Craques de Seleção

No feminino, a disputa será abrilhantada pelas presenças das atletas Bruna Alexandre (Praia Clube Uberlândia/MG) e Giulia Takahashi (Associação Cultural Nipo Brasileira de São Caetano do Sul/Bunka/SP), ambas da Seleção Brasileira. Elas participaram recentemente dos Jogos Pan-Americanos de Santiago e do Campeonato Pan-Americano, em Havana. Bruna é a atual bicampeã brasileira. Uma boa briga na luta por título, mas que terá forte concorrência.

No Absoluto A feminino, a paulista Jessica Prates está perto de um título inédito. A representante do Yara Clube/Academia Nelson Machado/SELJ, de Marília (SP), lidera o Circuito TMB com 5.260 pontos. Correndo por fora está a atual campeão Victória Strassburger, da Sogipa/RS, com seus 4.900 pontos. Com 3.710 pontos, sua colega de clube Sofia Kano também sonha com a primeira colocação. Sabrina Miyabara, campeã do TMB Platinum em Uberlândia, também é uma aposta boa para repetir o feito em São Paulo.

No Absoluto A masculino, Gustavo Tsuboi está próximo de conquistar o título do Ranking TMB. Se vencer o Brasileiro pela quarta vez na História igualará o número de conquistas do lendário Ubiraci da Costa, o Biriba. O atleta da Academia de Tênis de Mesa Life Pong/SP soma 5.100 pontos no Ranking. Em seu encalço está Allan Sarmento, da Techpong Academy/Metanoia/Tibhar/SC, com 3.845 pontos. Abimael Araújo, da Associação Cultural Nipo Brasileira de São Caetano do Sul/Bunka/SP, está em terceiro com 3.240 pontos.

Abrilhantam a disputa masculina nomes como o de Eric Jouti (Top Spin Brasil Academy /SP), integrante da Seleção Brasileira nos Jogos Pan-Americanos de Santiago, no Campeonato Pan-Americano de Havana e nos Jogos Olímpicos de Tóquio; Carlos Ishida (Associação Desportiva Chapecoense/SC), atual campeão brasileiro; Guilherme Teodoro, também integrante da Seleção; além de jovens talentos do tênis de mesa, como Leonardo Iizuka (Top Spin Brasil Academy /SP), atleta da Seleção Brasileira Sub-19, de apenas 17 anos, campeão do TMB Platinum – Ciclo II.

  • Destaques do Parapan na disputa

Pela competição paralímpica, os principais destaques serão os atletas com vaga assegurada nos Jogos Paralímpicos de Paris 2024. Os medalhistas de ouro nos Jogos Parapan-Americanos Paulo Salmin (classe M7), Luiz Manara (classe M8), Cláudio Massad (classe M10), Thiago Gomes (classe M11), Marliane Santos (classe W1-3) e Danielle Rauen (classe W9-10).

Além deles, outra estrela paralímpica é Bruna Alexandre, que competirá tanto no Olímpico, como no Paralímpico. Quase todos os 26 integrantes da Seleção que disputou os Jogos de Santiago estão inscritos. O Brasil conquistou 38 medalhas no Chile, recorde histórico.

  • Muitos torneios

Como já foi mencionado, o TMB Platinum – Campeonato Brasileiro Interclubes Olímpico e Paralímpico condensará oito competições em uma. São elas os certames nacionais Individual Olímpico, de Seleções Estaduais Olímpicas, de Clubes Olímpicos, Individual Paralímpico, de Duplas Masculinas e Femininas Paralímpicas, de Seleções Estaduais Duplas Mistas Paralímpicas, de Duplas Masculinas e Femininas de Clubes Paralímpicos, além da competição de Duplas Mistas de Clubes Paralímpicos.

Serão nove dias de competições no Centro de Treinamento Paralímpico, com a programação de jogos sempre iniciando às 8h. No dia 16, sábado, ocorrem as finais nos dois gêneros do Absoluto A, em evento que terá a transmissão ao vivo pelo canal sportv 3, a partir das 19h. A competição também terá transmissão pelo Canal CBTM, totalizando quase cem horas de tênis de mesa ao vivo e de graça.

  • Maiores campeões individuais da História (desde a primeira edição, em 1946):

Feminino

Lígia Silva – 11 títulos

2° Nakma Cruz e Emiko Takatatsu – 4 títulos

4° Jéssica Yamada e Bruna Alexandre – 3 títulos

Masculino

1° Hugo Hoyama – 7 títulos

2° Claudio Kano – 6 títulos

3° Israel Barreto – 5 títulos

4° Ubiraci da Costa (Biriba) e Alberto Kurdoglian (Betinho) – 4 títulos.

VAVEL Logo
Sobre o autor