Dominic Thiem surpreende Federer nas oitavas em Roma

Jovem austríaco venceu em sets diretos para avançar no torneio italiano

Dominic Thiem surpreende Federer nas oitavas em Roma
Thiem cumprimenta Federer após a vitória/ Foto: Dennis Grombkowski/ Getty Images
Roger Federer
0 2
Dominic Thiem

Nesta quinta-feira (12), o tenista asutríaco Dominic Thiem venceu Roger Federer da Suíça por dois sets a zero, com parciais de 7/6 e 6/4, em uma hora e 18 minutos de jogo. Com a vitória, o tenista da Áustria avançou às quartas de final do Masters 1000 de Roma, na Itália.

O adversário de Thiem na próxima rodada será o cabeça de chave número seis do torneio, o japonês Kei Nishikori, que vem de vitória sobre o francês Richard Gasquet - 11º do ranking da ATP - por dois sets a zero, com parciais de 6/1 e 6/4, em uma hora e 28 minutos de partida.

O primeiro set foi extremamente equilibrado, com cada tenista conquistando uma quebra de serviço. Por isso, a parcial foi definida somente no tiebreak, no qual Thiem foi superior ao adversário que conquistou somente dois pontos. No segundo set, Federer abaixou o nível de seu jogo: conquistando somente 16 pontos de 26 em seu primeiro serviço, o suíço foi quebrado em uma única oportuinidade, que foi decisiva para a vitória de Thiem por 6/4.

Ainda nesta quinta-feira, o brasileiro Thomaz Bellucci foi eliminado pelo número um do mundo, Novak Djokovic da Sérvia, de virada por dois sets a um: após aplicar impressionantes 6/0 na primeira parcial, o tenista do Brasil tomou a virada, perdendo por 6/3 e 6/2.

O atual campeão do torneio é líder do ranking da ATP, Novak Djokovic da Sérvia. Na decisão de 2015, o sérvio venceu Roger Federer da Suíça por dois sets a zero, com parciais de 6/4 e 6/3.

Entre os dias sete e 15 de maio de 2016 ocorre o Masters 1000 de Roma, na Itália. O torneio distribui 1000 pontos no ranking da ATP, além de mais de quatro milhões de euros de premiação. Em busca do título estão Novak Djokovic da Sérvia, Andy Murray da Escócia, Roger Federer da Suíça, Stan Wawrinka também da Suíça, Rafael Nadal da Espanha, Kei Nishikori do Japão, Tomas Berdych da República Tcheca e David Ferrer da Espanha.