Tênis: tudo o que você precisa saber para o Rio 2016

No dia seis de agosto tem início o torneio de tênis das Olimpíadas do Rio de Janeiro de 2016. Considerado o quinto Grand Slam da temporada, a competição terá participação dos principais nomes do tênis mundial

Tênis: tudo o que você precisa saber para o Rio 2016
Tênis: tudo o que você precisa saber para o Rio 2016

Entre os dias cinco e 21 de agosto de 2016 acontece a 31ª edição dos Jogos Olímpicos. Neste ano, a competição mais importante do esporte mundial ocorre na Cidade Maravilhosa: o Rio de Janeiro. Considerado pelos tenistas como o quinto Grand Slam da temporada, o torneio será disputado nas quadras rápidas do Centro Olímpico de Tênis, na Barra da Tijuca.

Centro Olímpico de Tênis

Construído especialmente para a disputa dos Jogos, o Centro Olímpico de Tênis custou cerca de 190 milhões de reais e conta com 16 quadras - todas de cimento - dispostas em uma área de nove hectares. Com uma imponente Quadra Central de capacidade para 10 mil espectadores, além de outras duas periféricas para três e cinco mil lugares, o complexo será ultizado para a disputa de Tênis em agosto e, posteriormente, para o Futebol de 5 e o Tênis em Cadeira de Rodas nas Paraolimpíadas.

Centro Olímpico de Tênis/ Foto: COB/ Divulgação
Centro Olímpico de Tênis/ Foto: COB/ Divulgação

Campeões em Londres 2012

Na última edição dos Jogos Olímpicos, a competição foi realizada no tradicionalíssimo All England Lawn Tennis and Croquet Club, em Londres. Jogando em casa, o campeão da chave simples masculina foi o escocês Andy Murray. Na final, o tenista da Grã Bretanha passou pelo então número um do mundo, Roger Federer da Suíça, por três sets a zero, com parciais de 6/2 6/1 e 6/4. A conquista de Murray marcou a vingança do britânico visto que, no mês anterior, Federer havia o derrotado na final de Wimbledon em quatro sets: 4/6 7/5 6/3 e 6/4.

Federer, Murray e Del Potro/ Foto: Popperfoto/ Getty Images
Federer, Murray e Del Potro/ Foto: Popperfoto/ Getty Images

Na chave feminina, a norte americana Serena Williams - número um do mundo - venceu Maria Sharapova da Rússia na decisão em fáceis 6/0 e 6/1 para conquistar sua primeira medalha na chave de simples. Já na chave de duplas, a tenista dos Estados Unidos foi medalha de ouro pela terceira vez jogando ao lado da irmã Venus Williams.

Serena e Venus Williams/ Foto: Clive Brunskill/ Getty Images
Serena e Venus Williams/ Foto: Clive Brunskill/ Getty Images

Nas duplas masculinas, os irmãos gêmeos Bob e Mike Bryan garantiram mais uma medalha dourada para os norte americanos ao baterem os franceses Michael Llodra e Jo-Wilfried Tsonga na final. Nas duplas mistas, a Bielorrússia conquistou uma medalha inesperada com Victoria Azarenka e Max Mirnyi.

Favoritos para o Rio 2016

Neste ano, o torneio será disputado em quadras rápidas. Desse modo, entre os principais favoritos para a chave masculina de simples estão o número um do mundo - Novak Djokovic da Sérvia, Andy Murray da Grã Bretanha e Roger Federer da Suíça. Atual líder disparado do ranking da ATP, Djokovic luta pela inédita medalha de ouro: em 2008 ficou com a de bronze na China, já quatro anos atrás foi derrotado por Juan Martín del Potro da Argentina na disputa pelo terceiro lugar.

Roger Federer joga sua última Olimpíada neste ano

Vice-líder do ranking da ATP com 34 anos, Roger Federer joga sua última Olimpíada neste ano. Ainda sem nenhuma medalha dourada de simples no currículo, o suíço tenta conquistá-la pela última vez na carreira. "Os Jogos são extremamente importantes para mim. Amo disputar Olimpíadas e representar a Suíça. Claramente, o Rio é um dos meus maiores objetivos em 2016” declarou Federer, que possui uma medalha de ouro somente nas duplas.

Federer joga sua última Olimpíada/ Foto: Clive Brunskill/ Getty Images
Federer joga sua última Olimpíada/ Foto: Clive Brunskill/ Getty Images

Na chave de simples feminina, Serena Williams segue como principal favorita ao título. Aos 34 anos, a norte americana é a atual número um do ranking da WTA e conquistou três Grand Slams em 2015. No entanto, desde o segundo semestre do ano passado Serena foi derrotada na semifinal do US Open e na decisão do Australian Open.

Nas duplas masculinas, Marcelo Melo e Bruno Soares são os favoritos

Nas duplas masculinas, a esperança brasileira é grande. Número um do mundo e campeão de Roland Garros em 2015, Marcelo Melo joga ao lado de Bruno Soares - campeão do Australian Open de 2016. Os mineiros são os principais favoritos à tão cobiçada medalha de ouro, por isso, já iniciaram a preparação para o torneio logo no Rio e no Brasil Open, onde chegaram nas semi e quartas de final, respectivamente.

Bruno Soares e Marcelo Melo, a esperança brasileira/ Foto: Cristiano Andujar/ CBT
Bruno Soares e Marcelo Melo, a esperança brasileira/ Foto: Cristiano Andujar/ Getty Images

Curiosidades do Esporte

O torneio de tênis ocorreu pela primeira vez em 1896. Porém na ocasião, só houve a disputa de simples e duplas masculinas. O campeão foi o britânico John Pius Boland, que faturou a medalha dourada na simples e nas duplas, ao lado do alemão Friedrich Traun. Na edição seguinte, em 1900 foi acrescentada a competição feminina. A primeira medalhista de ouro foi Charlotte Cooper da Grã Bretanha, que também venceu a chave de duplas mistas ao lado do compatriota Reginald Doherty.

Entre 1924 e 1988 houve um hiato, no qual o tênis não participou das Olimpíada. Durante este período, em 1968 e 1984 o torneio foi de exibição, ou seja, de caráter recreativo ao invés de profissional. Desde então ocorreram somente sets edições, sem qualquer medalha brasileira. O tenista que chegou mais próximo do feito foi Fernando Meligeni, que em 1996 em Atlanta, nos Estados Unidos, perdeu na disputa de terceiro lugar para o indiano Leander Paes por dois sets a um, com parciais de 3/6 6/2 e 6/4.

Meligeni lamenta derrota para Paes/ Foto: Pedro Ugarte/ Getty Images
Meligeni lamenta derrota para Paes/ Foto: Pedro Ugarte/ Getty Images

Maiores medalhistas olímpicos

Assim como nos demais esportes, o país com maior número de medalhas no tênis é o Estados Unidos com 20 medalhas de ouro. Na segunda posição vem a Grã Bretanha com 17, seguida da França, da África do Sul e da Alemanha, com cinco, três e duas medalhas douradas, respectivamente.

A tenista com maior número de medalhas de ouro é a norte americana Serena Williams com quatro, assim como sua irmã Venus Williams. Na sequência, vem o britânico Reginald Doherty com três de ouro e uma de bronze. No quarto lugar está o norte americano Vincent Richards, com duas de outro e uma de prata. Quatro tenistas estão empatados na quinta posição: Lawrence Doherty, Mary Joe Fernandez, Suzanne Leglen e Charles Winslow possuem duas de ouro cada.