Roland Garros 2016: Vika em busca de título inédito no saibro francês

Azarenka poderá tentar repetir semifinal no aberto francês, mas vai precisar mostrar algo a mais do que fez até aqui em 2016. Somente em piso duro conquistou ótimos resultados, tendo 3 títulos. No demais, somente venceu bem no saibro na FedCup

Roland Garros 2016: Vika em busca de título inédito no saibro francês
Roland Garros 2016: Vika em busca de título inédito no saibro francês

A sempre marcante Victoria Azarenka tem em 2016 a chance de tentar desbancar o favoritismo da americana Serena Williams em um dos mais charmosos Grand Slam da temporada: o Roland Garros, direto de Paris, França.

Vika iniciou sua carreira aos 7 anos, ajudada pela sua mãe Alla. Desde então, vem afiando muito bem seus golpes e seu tênis, tendo o backhand de 2 mãos como sua principal arma para vencer pontos decisivos. Trilhou caminho bastante comum, com vários jogos a nível ITF até o ano de 2005, onde começou a jogar seus primeiros WTA em chave principal. Já em 2006, entrou no top 100 da organização, de onde jamais saiu desde entçao, e diga-se, subiu bastante, até o topo.

Teve um de seus melhores anos na carreira em 2012, quando venceu 6 títulos individuais, dentre eles seu 1º Grand Slam, o australiano, em cima de uma das protagonista do circuito na época, a russa Maria Sharapova. Vika voltou a ganhar na Austrália no ano seguinte, desta vez sobe a chinesa Na Li, hoje aposentada.

Apesar dos bons torneios que sempre faz, além do tênis marcante, sofreu com lesão em 2014 e novamente ao final de 2015, deixando ela fora do top 30 (chegou a fechar o ano como 32º em 2014). Em 2016, já soma 3 títulos, sendo 2 deles de Premier Tournaments (Brisbane, Indian Wells e Miami). Mostra-se com esses triunfos a preferência da bielorrussa pelos pisos rápidos, odne até fez outras 2 finais de Grand Slam, mas no caso o US Open, perdendo ambas.

No saibro, já fez final em Sttutgart, Roma e Madrid, torneios importantes no cricuito feminino, mas jamais conquistou nenhum título individual neste tipo de piso.

HISTÓRICO DE VIKA É APENAS BOM

Azarenka teve sua 1º experiência foi em 2006, quando conseguiu furar o qualy e jogar a chave principal contra a então cabeça de chave 26, a espanhola Anabel Medina Garrigues, perdendo por 2 sets a 1. Ano seguinte, a italiana Karin Knapp a venceu por duplo 6/1 logo na sua estreia, desta vez sem precisar passar pelo qualy.

A partir de 2008, a melhora significativa de seu tênis junto da evolução no ranking fez ela aumentar seu resultados no aberto francês. Logo neste ano chegou nas oitavas, sendo parada pela russa Svetlana Kuznetsova. Na edição seguinte chegou nas quartas pela 1º das 2 vezes, tendo outra russa, a então número 1 do mundo, como algoz: Dinara Safina.

Em 2010, uma eliminação precoce em 1º rodada para argentina Gisela Dulko foi o ponto fora da curva de Vika, que voltou às quartas em 2011, sendo parada pela chinesa Na Li.

Em 2012 parou nas oitavas contra a eslovaca Dominika Cibulkova, teve no ano seguinte seu melhor resultado no aberto francês até aqui, a semifinal contra outra russa, Maria Sharapova, perdendo por 2 sets a 1. Ficou de fora em 2014 devido a um alesão e voltou ano passado, parando na 3º rodada para ainda líder do ranking, a americana Serena Williams.

EXPECTATIVA DE BONS JOGOS EM 2016, MAS NÃO EM RG

Como um 2016 muito positivo até aqui, porém nas quadras duras, Vika vem se mostrando firme em seu piso predileto. No saibro francês, terá de provar que pode superar rivais complicadas e tentar bater de frente com Serena, que ainda é líder e tem fôlego de sobra para continuar vencendo e no topo.

O giro de saibro começou com a FedCup (versão feminina da Copa Davis) com a disputa entre bielorrussas e russas, em terras estrangeiras. Enfrentou Daria Kasaktina e Margarita Gasparyan, vencendo ambas. No WTA de Madrid parou na qualifyer Louisa Chirico, dos Estados Unidos, apenas 130º no ranking mundial. Foi para Roma e se viu novamente diante de uma derrota contra tenista de ranking abaixo do seu, sendo a romena Irina Camelia-Begu a responsável pelo feito.

FICHA TÉCNICA

Viktoriya Fiodorovna Azarenka

NASC: 31/07/1989 – 26 anos

LOCAL: Minsk (Bielorrússia)

RESIDÊNCIA: Monte-Carlo

RANKING ATUAL: 5º

MELHOR RANKING: 1º (em Jan/2012)

MELHOR RESULTADO EM RG: Semifinal em 2013 (d. Maria Sharapova 1/6 – 6/2 – 6/4)