Fora do top 100, Pironkova desbanca número 2 Radwanska e avança em Roland Garros

Búlgara eliminou a polonesa Agnieszka Radwanska em partida que "durou" dois dias

Fora do top 100, Pironkova desbanca número 2 Radwanska e avança em Roland Garros
Pironkova comemora um dos melhores resultados de sua carreira (Foto: Martin Bureau/GettyImages)
Tsvetana Pironkova
2 1
Agnieszka Radwanska

A chuva em Roland Garros finalmente deu uma trégua e permitiu que a búlgara Tsvetana Pironkova (#102) alcançasse um dos melhores resultados de sua carreira, nesta terça-feira (31). Pironkova venceu de virada a polonesa Agnieszka Radwanska (#2) por dois sets a um, parciais de 2-6/6-3/6-3, em 2h14 de partida. O confronto entre as tenistas teve seu início no domingo (29), porém, foi paralisado por causa da chuva quando estava 3-0 para Aga no segundo set, sendo retomado apenas na terça-feira (31), após um longo tempo de espera.

Uma partida disputada despontava logo nos primeiros minutos de jogo. Radwanska foi contundente em suas quebras, não possibilitando que Pironkova confirmasse um serviço sequer. A búlgara, por sua vez, devolveu metade das quebras sofridas no primeiro set e viu seus demasiados erros não-forçados - Tsvetana desperdiçou 18 bolas, o dobro de Agnieszka - decidirem a parcial em favor da polonesa.

No segundo set, a lógica prosseguiu. Aga confirmou seus dois saques, quebrando o de Pironkova entre eles. Com 3-0 para a polonesa, o confronto foi paralisado por causa da chuva e, posteriormente, adiado para o próximo dia devido à falta de luz natural, antigo problema enfrentado por Roland Garros. Na segunda-feira (30), toda a rodada foi suspensa e, consequentemente, passada para hoje (31).

Na continuação da segunda parcial após um dia e meio sem ação, um jogo totalmente diferente pôde ser visto. O confronto se inverteu e Pironkova saiu de 3-0 para 3-6 com 3 quebras para si e sem ter seu serviço sequer ameaçado, empatando a partida que parecia já estar definida na paralisação.

A búlgara manteve o ritmo no set final e abriu 4-0 nele. Radwanska chegou a pedir atendimento para seu pulso direito no 3-0 e, após 10 games, ela voltou a pontuar no jogo com uma quebra. Entretanto, esta não foi suficiente já que Pironkova estava a duas na frente. Deste modo, Tsvetana teve apenas o trabalho de confirmar seus serviços seguintes e assim pôde comemorar sua classificação para as quartas de final de Roland Garros.

Recheada de break points, a partida teve 26 oportunidades de quebra, a búlgara aproveitou sete possibilidades de 12 e a polonesa teve um aproveitamento de seis em 14 chances. Foram 37 bolas vencedoras disparadas e 40 erros não-forçados cometidos por Pironkova.

Nas quartas de final, Tsvetana Pironkova confrontará a australiana Samantha Stosur (#24), que eliminou a romena Simona Halep (#6) em sets diretos, parciais de 7-6(0)/6-3, após ter seu jogo paralisado no domingo com 3-5 contra no placar.