É penta! Murray bate Raonic de virada e conquista o ATP 500 de Queen's pela quinta vez

Britânico torna-se maior campeão do torneio com vitória por dois sets a um sobre Raonic

É penta! Murray bate Raonic de virada e conquista o ATP 500 de Queen's pela quinta vez
Murray e Raonic têm momento de descontração após jogo difícil. (Foto: Getty Images)
Andy Murray
2 1
Milos Raonic

Na manhã deste domingo (19), o britânico Andy Murray, segundo colocado no ranking mundial da ATP, bateu mais um recorde na sua história ao tornar-se o primeiro pentacampeão do ATP 500 de Queen's, em Londres. Ao derrotar o canadense Milos Raonic (#9) por dois sets a um em 2h13 de partida, ele ultrapassou nomes de peso do tênis mundial em número de conquistas no torneio.

Essa foi a sexta vitória do natural de Dunblane em nove confrontos contra Milos, sendo também a primeira vez em que o piso da partida foi a grama.

CAMINHOS ATÉ A FINAL

Andy Murray (GBR)
1R - 7/6 7/6 - Nicolas Mahut (FRA)
2R - 6/3 6/4 - Aljaz Bedene (GBR)
QF - 6/4 3/6 6/1 - Kyle Edmund (GBR)

SF - 6/3 4/6 6/3 - Marin Cilic (CRO)

Milos Raonic (CAN)
1R - 6/7 6/4 6/4 - Nick Kyrgios (AUS)
2R - 7/5 7/6 - Jiri Vesely (CZE)
QF - 6/1 6/4 - Roberto Bautista Agut (ESP)
SF - 6/4 6/4 - Bernard Tomic (AUS)

O jogo

Como já era esperado, o primeiro set foi de muito equilíbrio, com zero chances para ambos os tenistas enquanto devolviam o serviço. A estatística não mente: não existiu nenhum break point na primeira parcial, fato que dificultou o jogo para ambos os tenistas. O primeiro set seria decidido então no tiebreak, onde Murray errou muito, e Milos conseguiu fechar em 7/6 (5), anotando sete aces.

Não demorou muito para o canadense mostrar que não estava para brincadeiras. Quebrando o serviço de Andy para abrir 3/1 no segundo set, ele ganhou confiança e começou a fazer bons primeiros serviços. Porém, seu segundo saque deixou a desejar, e o britânico logo devolveu a quebra em dose dupla, vencendo por 6/4, para alívio da torcida presente no Queen's Club.

Na terceira parcial, Murray começou a sacar com maestria, colocando 76% do primeiro serviço em quadra, e ganhando 88% dos pontos jogados com o mesmo. Aproveitando duas das quatro oportunidades de quebra que teve, o britânico fechou em 6/3, comemorando mais um título perto de sua torcida que tanto o apoia.

RANKING

Defendendo o título, Andy Murray permanecerá na segunda colocação do ranking, com 8915 pontos. Já Milos Raonic ganhou duas posições com a boa campanha e ascenderá para a sétima colocação neste segunda-feira, com 3175 pontos, mesma pontuação de Dominic Thiem. Mas como o canadense jogou menos torneios, ficará na frente.