Rogerinho luta, mas é derrubado por belga na segunda rodada do Challenger de Milão

Brasileiro até venceu o primeiro set, mas depois não foi capaz de manter o alto nível

Rogerinho luta, mas é derrubado por belga na segunda rodada do Challenger de Milão
Rogério perdeu muitas chances no terceiro set. (Foto: Getty Images)
Rogério Dutra Silva
1 2
Arthur De Greef

Na manhã desta quinta-feira (23), o brasileiro Rogério Dutra Silva (#84) sofreu uma decepcionante derrota logo na segunda rodada do Challenger de Milão, na Itália. Após vencer o primeiro set no tiebreak, o paulista não conseguiu manter o mesmo nível e perdeu as parciais seguintes por 6/2 e 6/3, após 2h18 de confronto. Esse foi o segundo encontro entre os dois e a primeira vitória do belga, que havia perdido no Rio de Janeiro em fevereiro deste ano.

A partida começou com quebras de serviço e inconstância de ambos os sacadores. Sacando mal, ambos viam-se jogando melhor nas devoluções, podendo arriscar do fundo da quadra. Com duas quebras de saque para cada um, era mais justo que a parcial acabasse no tiebreak.

No desempate fatal, Rogério jogou firme como nos torneios mais recentes, onde vem de bons resultados. O saque finalmente funcionou, e ele passou a não errar nas trocas. O placar de 7-3 refletiu o bom desempenho do residente de Balneário Camboriú, justamente na hora decisiva: 7/6 (3) no primeiro set.

Após o baque, De Greef voltou para o jogo. Logo no início da segunda parcial, já obteve quebra de saque acima do brasileiro, que devolveu a mesma imediatamente. Apesar disso, o belga não desistiu e voltou a vencer os próximos quatro games seguidos, contando com apagão de Dutra Silva, que perdeu o segundo set por 6/2.

Depois de decepcionar na parcial anterior, Rogério voltou mais focado para a decisiva. Mesmo assim, ele desperdiçou os quatro break points que teve, enquanto Arthur aproveitou o único que produziu. Com 70% de primeiro saque em quadra e vencendo 73% dos pontos com o mesmo, o belga fechou a partida com 6/3.

Arthur De Greef avança agora para as quartas de finais do Challenger de Milão, onde irá enfrentar o italiano Marco Cecchinato (#140). No único confronto entre eles, em 2012, o belga venceu de maneira arrasadora, perdendo apenas três games.

O melhor do tênis mundial você acompanha aqui, na VAVEL Brasil.