Rogerinho luta, mas é superado por Almagro na estreia em Wimbledon

Brasileiro joga bem, mas espanhol supera nervosismo e vence com parciais de 6/3, 7/6, 5/7, 3/6 e 6/3

Rogerinho luta, mas é superado por Almagro na estreia em Wimbledon
Julian Finney/ Getty Images

Nesta segunda (27) teve o inicio do torneio de Wimbledon, e o primeiro brasileiro a entrar em quadra foi Rogério Dultra Silva (Rogerinho), número 89 do mundo. Que teve pela frente o espanhol número 47 do planeta, Nicolás Almagro. E depois de um jogo de 5 sets em mais de 3 horas, o espanhol acabou saindo com a vitória, depois de começar tranquilo e ficar nervoso, abriu 2-0 e deixou empatar. Enquanto isso o brasileiro manteve a cabeça no lugar e fez um bom jogo, mas titubeou no último set e acabou derrotado, Almagro agora avança a segunda rodada e aguarda seu adversário.

O jogo

O primeiro set foi bem simples, Rogerinho se sentiu bastante incomodado com o jogo do espanhol e o mesmo não tinha dificuldades. Almagro conseguiu uma quebra logo no inicio e depois foi levando com facilidades, não chegou nem perto de ser quebrado. O brasileiro não estava bem no primeiro saque do adversário e isso dificultava seu jogo, até conseguiu ir bem em alguns de seus games de serviço, mas não passou disso. Depois acabou sendo quebrado de novo no último game do set e Nicolás venceu a primeira parcial por 6/3.

Já o segundo set foi bem diferente, apesar de ainda estar se incomodando com o primeiro saque do espanhol, Dutra Silva estava mais consistente em seu serviço. Sacava bem e dava poucas chances ao oponente que não conseguia jogar no saque dele, mas o mesmo ocorria do outro lado e assim o set seguia sem quebras. Assim a partida acabou indo pra um inevitável Tie Break, onde Rogério começou melhor e o número 47 do mundo parecia irritado, mas as coisas foram se equilibrando com o passar do tempo. Quando as coisas foram chegando no momento de definição, o número 89 do planeta ainda teve o ponto do set, mas não aproveitou. Colocou 5/6 e levou a virada pra 8/6 e perdeu o set por 7/6, assim Almagro ficou a um set da vitória e vibrou bastante.

O terceiro set foi bem parecido com o anterior, onde os dois iam muito bem no seu serviço e mal no do adversário. Assim quase nenhuma chance de quebra era vista e os games eram rápidos, com isso um set teoricamente longo, acabou passando rápido. Só quando o set estava 6/5 em favor do brasileiro, ele teve seu primeiro ponto de quebra em toda a partida, quando aplicou um 40/15. E rapidamente conseguiu a quebra, quando o espanhol cometeu dupla falta e Rogerinho venceu o set por 7/5 e diminuiu a desvantagem no jogo para 2-1.

O quarto set parecia que ia ter uma cara como as anteriores, mas já no segundo game, Dutra Silva quase quebrou, mas falhou e no terceiro, o contrário e ambos seguiram com serviços intactos. No quarto, mais um bom game do brasileiro no saque do espanhol, mas novamente nada feito e na sequência fechou com tranquilidade pra continuar com a vantagem de um game no set. E assim seguiu até o 4/3 em favor do brasileiro, quando ele quebrou o espanhol e venceu na sequência, fechando em 6/3, e empatando o jogo contra um nervoso Almagro.

O último e decisivo set, começou lembrando o primeiro, com Nicolás abrindo vantagem, a diferença que dessa vez com mais dificuldade. Logo de cara mandou um 3/0, colocando Rogerinho em dificuldades depois o brasileiro confirmou o saque, na sequencia quase quebra, mas vacilou e não conseguiu. Depois foi quebrado de novo e o espanhol foi sacar pro jogo, não o fez, Rogerio respirou, confirmou seu saque e colocou pressão no adversário. Mas ai no 5/3 em favor do espanhol, ele não titubeou mais e venceu para fazer 6/3 no set e 3/2 no jogo, saindo com a vitória e a classificação.