Angelique Kerber vence e convence contra Laura Robson na sua estreia em Wimbledon

Após 2 meses sem grandes resultados, alemã parece ter recuperado a confiança que lhe conferiu seu primeiro título de Grand Slam

Angelique Kerber vence e convence contra Laura Robson na sua
estreia em Wimbledon
Kerber comemora sua vitória (Foto: GlynKirk/GettyImages)
Angelique Kerber
2 0
Laura Robson

A campeã do Australian Open, a alemã Angelique Kerber (#4), despachou com tranquilidade a britânica Laura Robson (#283) por dois sets a zero, com um duplo 6-2, em 1h11. Este jogo poderia marcar o retorno de Robson, que já foi uma das grandes promessas do tênis britânico, porém, Kerber não deu espaço para Laura e, com a confiança que levantou o título em Melbourne, mostrou a solidez do fundo de quadra que lhe caracteriza.

Poderia ser o retorno da britânica porque, após dois anos sofrendo com seguidas lesões no pulso e intercalando seus treinamentos com recuperações de cirurgias, Robson finalmente retornava a Wimbledon como convidada. Apesar do ranking atual, Laura já ocupou a 27ª posição em 2013, quando tinha apenas 20 anos, e já teve altas expectativas depositadas sobre si.

Agora, aos 22, a britânica tentava desbancar a quarta melhor tenista do mundo e até travou disputadas trocas de bola disparando boas jogadas, porém, seus demasiados erros não-forçados somados a confiança que só crescia em Kerber resultaram em muitas quebras contra Robson.

O jogo todo foi marcado pelos ataques de Angelique ao serviço de Laura. A alemã chegou a desperdiçar cinco chances de quebra nos dois primeiros games de saque da britânica, o que manteve o jogo empatado no 2-2, entretanto, a partir do terceiro, ela não permitiu que Robson pontuasse mais. Com duas quebras e quatro games seguidos a seu favor, Kerber pôde fechar o primeiro set com 6-2.

A lógica prosseguiu na segunda parcial. A britânica só voltou a pontuar na partida a partir do terceiro game no set. Robson nem sequer ameaçava o serviço de Kerber. Ao tentar contra-atacar os disparos da alemã sempre se deparava com uma defesa de Angelique, que obrigou a britânica a buscar o limite da quadra desperdiçando inúmeras bolas desta maneira. A alemã precisou de apenas duas quebras para fechar o confronto com um duplo 6-2.

Os números do jogo refletem as parciais, Kerber alcançou quatro quebras em 12 oportunidades e não enfrentou nenhum break point contra; além disso, ela cometeu apenas sete erros não-forçados, enquanto Robson desperdiçou 32 bolas.

Na segunda rodada de Wimbledon, Angelique Kerber enfrentará a norte-americana Varvara Lepchenko (#64), que derrotou a brasileira Teliana Pereira (#88) por dois sets a um, parciais de 5-7/7-6(3)/6-2.