Federer tem trabalho, mas passa por Guido Pella na estreia em Wimbledon

Partida marcou a 80º vitória do suíço no Grand Slam londrino

Federer tem trabalho, mas passa por Guido Pella na estreia em Wimbledon
Foto: Shaun Botterill/Getty Images

O primeiro dia de competições em Wimbledon marcou a estreia de favoritos na chave masculina e feminina. Após as vitórias de Novak Djokovic e Garbiñe Muguruza na quadra central do All England Club, o heptacampeão Roger Federer, número 3 do mundo e atual vice-campeão das últimas duas edições do torneio.

O adversário foi o argentino Guido Pella, 52 do ranking, que foi o segundo colocado no Rio Open deste ano. Federer, ainda se recuperando de lesão, teve trabalho para despachar o sul americano em três sets, com parciais de 7-6(4) 7-6(3) 6-3, em 2h05 de partida. Esta foi a 80ª vitória do suíço no Grand Slam o qual tem melhores resultados.

Apesar do equilíbrio na partida, Federer não enfrentou break points e foi firme com o serviço durante todo o encontro e fechou o jogo com um ace, tendo aplicado 12 no total. Ele ainda mostrou estar com o jogo de rede afiado, ganhando 34 de 42 pontos disputados na frente. Ainda assim, ele não cometeu uma dupla falta sequer e aplicou 51 winners, contra 23 de seu adversário; em erros não forçados, 18 para o dono de 17 Grand Slams e 10 para Pella. O suíço, que está voltando de lesão, venceu apenas a 17ª partida na temporada.

O próximo encontro de Federer será contra a sensação do torneio, o britânico Marcus Willis, que é apenas o número 772 do mundo e está conquistando a torcida em todo mundo. Professor de tênis, quase desistiu do esporte devido às constantes lesões e falta de resultados expressivos; impressionou a todos ao passar um pré quali, furar o qualificatório e vencer na primeira rodada do torneio. Seu adversário de hoje (27) foi o lituano Ricardas Berankis.

O confronto, que entrará pra história da competição, deve acontecer na quarta ou na quinta-feira, ainda sem horário definido.