Djokovic é surpreendido por Sam Querrey e é eliminado na terceira rodada em Wimbledon

Sérvio não é eliminado em uma terceira rodada de Grand Slam desde 2009

Djokovic é surpreendido por Sam Querrey e é eliminado na terceira rodada em Wimbledon
Foto: Getty Images
Novak Djokovic
1 3
Sam Querrey

Acabou neste Sábado (02) a incrível sequência de vitórias de Novak Djokovic em Grand Slams. O sérvio número 1 do mundo não perdia em torneios desse nível desde a final de Roland Garros do ano passado. O americano Sam Querrey, número 41 do mundo, foi o responsável por realizar a façanha que nem os top 5 conseguiram nos últimos tempos.

Após três paralisações, o jogo finalmente foi concluído hoje. A partida teve início ontem (1º), quando o estadunidense abriu 2 sets a 0 com parciais de 7-6(6) 6-1, porém a chuva, que está tomando conta de Londres nessa semana, fez com que o confronto fosse adiado. Na volta parecia que o cenário da partida do número 1 contra o sul africano Kevin Anderson na edição anterior no torneio se repetiria. Na ocasião, Djokovic, que perdia por 2 sets a 0, conseguiu a virada e, ao fim da competição, sagrou-se campeão.

O terceiro set começou com o número 1 tendo amplo domínio. Ele abriu 5 a 0 e colocou pressão no adversário, que ainda conseguiu devolver uma das quebras, mas não evitou a derrota por 6-3 na série.

A quarta parcial foi tensa durante toda sua disputa, Djokovic teve o domínio, possuiu vários break points, porém não conseguiu convertê-los, até que em 4 a 4, o sérvio forçou erros do adversário e se aproveitou de um erro não forçado para quebrar e sacar pro set. Nole mostrou um mental fraco no momento da pressão, sabendo da importância do game, não controlou os nervos e jogou muito mal, perdendo o game com um erro no voleio. Após os dois voltarem a confirmar seus serviços, a decisão foi para o tie break.

Djokovic novamente começou melhor, abriu 2 a 0, mas viu o adversário encostar jogando com agressividade. No momento decisivo, o tri campeão de Wimbledon titubeou e cometeu um erro não forçado de direita e deu a Querrey dois match points. Após perder a primeira chance com um ace de Nole, Querrey foi pro saque e forçou o erro do sérvio para conquistar a maior vitória da carreira e avançar às oitavas de final.

Após a partida, o dono de 12 Grand Slams reconheceu a superioridade do rival e enalteceu sua vitória: “Ele jogou uma partida fantástica, sacou bem, como normalmente faz e ganhou muitos com o primeiro serviço. Fui dominado por ele. (...) Eu sabia que seria um jogo equilibrado e que não seria fácil quebrar o saque dele, porque é muito difícil ler o saque dele e quando ele teve as chances, foi mais agressivo"

Querrey acabou com uma sequência de 29 quartas de final em Slam do sérvio e impediu que ele realizasse o sonho do Golden Slam, ou seja, vencer os quatro majors mais o ouro olímpico no mesmo ano. “É inacreditável conseguir esse feito em Wimbledon, o maior torneio do mundo. (...) Estou extasiado no momento, joguei bem os break points, mantive um bom saque e lutei muito no tie-break. Estou muito feliz” Declarou o algoz no número um do mundo.  

O tenista dos Estados Unidos enfrenta agora o francês Nicolas Mahut, que passou em quatro sets pelo companheiro de duplas Pierre-Hugues Herbert.