Serena Williams atropela Elena Vesnina e se garante na final de Wimbledon

Serena precisou de apenas 48 minutos para alcançar sua nona final em Wimbledon e cravar três decisões nos três Grand Slam disputados neste ano

Serena Williams atropela Elena Vesnina e se garante na final de Wimbledon
Foto: ShaunBotterill/GettyImages
Serena Williams
2 0
Elena Vesnina

Serena Williams está a um passo de se igualar à Steffi Graf como a segunda maior ganhadora de títulos de Grand Slam da história, com 22 conquistas. A norte-americana número um do mundo massacrou a russa Elena Vesnina (#50), nesta quinta-feira (7), em partida válida pela semifinal de Wimbledon 2016. Serena a venceu em sets diretos, parciais de 6-2/6-0, em apenas 48 minutos de jogo.

Pela partida vencida por Vesnina nas quartas de final contra Cibulkova e por se tratar de uma semifinal, esperava-se um jogo mais equilibrado. Contudo, Serena parecia imbatível e terminou a partida com números impressionantes.

Williams começou o jogo de forma fulminante e em 15 minutos já tinha 4-0 no placar com duas quebras de vantagem. Vesnina conseguiu confirmar dois serviços ainda neste primeiro set e chegou a esboçar uma recuperação ao contra-atacar os golpes da norte-americana, obrigando que ela se movimentasse mais para se defender. Entretanto, a vitória de Serena na primeira parcial foi inevitável.

O segundo set era a chance da russa se encontrar na partida. Ela tinha a vantagem de começar sacando, porém, Williams voltou com um jogo ainda mais efetivo e não possibilitou que Vesnina confirmasse um saque sequer ou vencesse mais que cinco pontos em todo o set. Em 20 minutos, Serena aplicou seu terceiro "pneu" em Wimbledon.

A norte-americana avançou para sua nona final na grama sagrada com números impressionantes. Foram 11 aces, 28 winners e apenas 7 erros não-forçados no jogo.

Serena Williams busca seu primeiro título Grand Slam no ano. Ela foi vice no Australian Open e em Roland Garros e sua adversária na decisão será vencedora da partida entre Angelique Kerber (#4) - que já venceu a norte-americana este ano na final do Australian Open - e Venus Williams (#8) - que, se passar para a final, fará sua sexta decisão em Wimbledon contra a irmã. Serena lidera o confronto com três vitórias.