Raonic vira, surpreende Federer e vai à primeira final de Grand Slam da carreira

Canadense protagonizou virada impressionante e decidirá o título contra Murray

Raonic vira, surpreende Federer e vai à primeira final de Grand Slam da carreira
Raonic comemorou após vencer a partida. (Foto: Getty Images)
Roger Federer
2 3
Milos Raonic

Na manhã desta sexta-feira (8), foram disputadas as semifinais de Wimbledon, terceiro Grand Slam do ano. Em um grande jogo, o favorito Roger Federer, terceiro colocado do ranking mundial, sucumbiu à pressão do jovem canadense Milos Raonic, que venceu por 6/3, 6/7 (3), 4/6, 7/5 e 6/3 após 3h24 de jogo para alcançar sua primeira final de Major. Essa foi apenas a terceira vitória dele em doze confrontos contra o suíço.

Com uma boa porcentagem e aproveitamento de primeiro serviço, ambos os tenistas eram consistentes em seu jogo. Apesar de ter errado apenas quatro vezes no set, Federer era mais apático, e viu Milos anotar 14 winners para conquistar uma quebra de saque e vencer por 6/3.

A segunda parcial foi de maior equilíbrio, com o suíço perdendo apenas dois pontos com seu primeiro serviço. Mesmo com apenas dois erros não forçados, Roger não aproveitou nenhum de seus quatro break points, e deixou a parcial ir até o tiebreak, onde aproveitou-se de erros do adversário para fechar em 7-3.

Na sequência, Raonic finalmente começou a usar sua maior arma: o saque. Com oito aces, ele confirmou os primeiros games com facilidade, mas depois complicou-se e cedeu duas chances de quebra, das quais o suíço aproveitou uma. Perfeito, Federer seguiu adiante para vencer o set por 6/4, jogando com muita segurança.

No quarto set, ambos começaram a trabalhar melhor no fundo da quadra, com 17 winners para o canadense e 16 para o natural da Basiléia. Com três chances de quebra desperdiçadas, Roger levou o jogo até 5/5, onde uma bola vencedora de Milos definiu o placar em 7/5, levando a partida para o set decisivo.

A parcial decisiva teve um Federer mentalmente cansado, vendo o canadense melhorar na partida. Concentrado, Raonic anotou 13 winners e aproveitou uma de suas quatro oportunidades para quebrar o saque do número três do mundo. Depois, foi só sacar para vencer a partida por 6/3.

Milos Raonic avança agora para a grande decisão de Wimbledon. Ele enfrentará o tenista da casa, Andy Murray (#2). No retrospecto, nove jogos e apenas três vitórias do canadense, que recentemente perdeu para o mesmo adversário na final do ATP 500 de Queen's.