Djokovic e Zimonjic batem croatas nas duplas masculinas do Rio 2016

Dupla sérvia passou fácil pelo campeão do US Open de 2014 Marin Cilic e seu parceiro Marin Draganja; Brasileiros podem cruzar com sérvios

Djokovic e Zimonjic batem croatas nas duplas masculinas do Rio 2016
Foto: Clive Brunskill/Getty Images
Djokovic / Zimonjic
2 0
Cilic / Draganja

A Quadra 1 do complexo de tênis do Centro Olímpico recebeu a partida da chave de duplas masculinas entre croatas e sérvios, em jogo válido pela 1º rodada do torneio de tênis dos Jogos Olímpicos 2016. Ambos os times vieram com atletas considerados titulares tanto em simples, quanto para estes duelos em duplas. Sérvios tiveram Nenad Zimonjic e Novak Djokovic enfrentando os croatas Marin Cilic e Marin Draganja.

O jogo em si teve a dupla sérvia extremamente competente na disputa dos pontos, além da principal característica dos croatas, o saque, não ter funcionado em alguns momentos do jogo. Em rápidos 56 minutos de partida, Djoko e Zimon aplicaram duplo 6/2.

O 1º set já mostrava o quanto a dupla sérvia estava entrosada e agressiva, aproveitando ao máximo seus games de saque, perdendo poucos pontos naqueles disputados. Soma-se a isso, um aproveitamento de 10 pontos vencidos nos 20 sacados por Cilic/Draganja, e conquistando assim duas quebras de saque, frente as três oportunidades obtidas. A dupla croata teve cinco chances de quebra durante todo o set, e perdeu todas elas. A conta negativa dos croatas tem boa parte da maneira errática de seu jogo, onde 19 erros, entre forçados e não, foram cometidos, frente a apenas 13 dos sérvios. O 6/2 veio em apenas 29 minutos.

O 2º set parecia ser uma boa chance de mudar a maneira de se jogar e até mesmo a postura me quadra dos croatas, mas o que se viu foi extamente a mesma partida do set anterior. Novamente sérvios sacando bem e tendo no 1º serviço uma boa base para conquistar seus pontos, além de novamente devolverem muito o saque dos croatas. Novak e Nenad tiveram cinco chances de quebrar o saque do croatas, e conseguiram cravar duas, enquanto os adversários sequer chegaram a qualquer break point. O resultado foi outro 6/2 e um pouco mais rápido, em 27 minutos.

Os sérvios aguardam os vencedores entre os tailandeses Sanchai e Sonchat Ratiwatana e os brasileiros Bruno Soares e Marcelo Melo, jogo a ser realizado neste domingo, na Quadra 2.