Qualifying do US Open 2016: Clezar vence com facilidade; Haddad Maia e Monteiro dão adeus na estreia

Brasileiros tiveram dias opostos na primeira rodada do qualifying do US Open

Qualifying do US Open 2016: Clezar vence com facilidade; Haddad Maia e Monteiro dão adeus na estreia
Clezar anotou a única vitória do Brasil no dia. (Foto: Getty Images)

Na tarde desta terça-feira (23), deu-se início ao qualifying do US Open, último Grand Slam do ano. Na rodada de hoje, estrearam três dos cinco brasileiros que estavam nas chaves pré-qualificatórias. No masculino, o gaúcho Guilherme Clezar venceu com facilidade, enquanto Thiago Monteiro foi derrubado em um jogo longo. Na chave feminina, Beatriz Haddad Maia também desapontou e foi derrotada.

Clezar domina com o primeiro serviço e bate argentino

Quem jogou primeiro foi o portoalegrense Guilherme Clezar. Ele encarou de frente o argentino Facundo Arguello, que já o havia derrotado em duas ocasiões. Apesar disso, o brasileiro não se intimidou e conseguiu fazer uma partida sólida, vencendo por 6/3 e 6/2.

Jogando com o primeiro serviço, Clezar perdeu apenas cinco pontos em toda a partida, e assim conseguiu dominar o argentino e vencer com extrema facilidade. Esse foi o sexto jogo entre os dois tenistas, e o placar agora anota 4-2 para o gaúcho, que agora enfrentará o cabeça de chave número dez, Tim Smyczek (USA).

Daniel Brands joga ofensivo e vence Thiago Monteiro

Segundo a jogar, Thiago Monteiro entrou em quadra pela primeira vez desde seu ingresso no Top 100. Em um jogo difícil, ele foi derrotado pelo alemão Daniel Brands por 4/6, 6/3 e 7/6, após quase duas horas de partida em Flushing Meadows. Os dois tenistas nunca haviam enfrentado-se na história do circuito profissional.

O alemão anotou 14 aces e também 14 winners, enquanto Thiago errou ao tentar converter break points que seriam de demasiada importância para a partida.

Japonesa bate Bia Haddad Maia com facilidade

Ao final do dia, ainda restava a brasileira Beatriz Haddad Maia para jogar. Apática, ela entrou em quadra sabendo que seu jogo teria de ser muito bom para bater a japonesa Shuko Aoyama. Mas não adiantou: a atleta nipônica esteve em alto nível e conseguiu a vitória por 6/3 e 6/2, em pouco mais de uma hora de jogo.

PRÓXIMOS JOGOS DOS BRASILEIROS: 

24/08

JOÃO SOUZA (BRA) x ANDREW WHITTINGTON (AUS)
PAULA GONÇALVES (BRA) x ARINA RODIONOVA (AUS)

25/08

GUILHERME CLEZAR (BRA) x TIM SMYCZEK (USA)