US OPEN 2016 – Teliana Pereira em ano complicado

Brasileira vem para sua 3º participação no Major americano direto na chave principal. Últimos resultados no piso duro não animam, e ela terá de se superar caso queira registrar inédita 2º rodada em Nova Iorque

US OPEN 2016 – Teliana Pereira em ano complicado
Foto: US Open / Divulgação

A atual temporada para a pernambucana de 28 anos vem sendo bem difícil, com jogos complicados e um tênis que vem oscilando entre os torneios disputados. O momento para a brasileira até esta edição do Major americano é ruim, e nem mesmo a realização dos Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro conseguiu afastar Teliana desta oscilação em seu tênis.

Natural de Santana de Ipanema, a tenista de 1m68 se profissionalizou em 2005, já entrando no TOP 200 da WTA em apenas 2 anos. Teve bom sucesso em torneios Futures e alguns WTA na carreira, levantando os trófeus em 24 oportunidades em diferentes lugares do mundo, tendo 2 muito especiais: os WTA de Bogotá e Florianópolis, estes seus títulos de maior expressão.

Teliana é uma das poucas tenistas brasileiras e ter títulos de WTA e estar no TOP 100 do mundo, porém a defesa de pontos em torneios importantes de 2016 a fez perder muitas posições, estagnando até o momento na 136º posição no ranking mundial feminino.

HISTÓRICO NO US OPEN

Teliana tem apenas 4 participações do aberto dos Estados Unidos, sendo 2 delas ainda na fase de classificação.

Em 2012 foi sua estreia nas quadras do complexo de Flushing Meadows, porém sendo derrotada na 1º rodada do qualy para a adversária lusitana Maria João Koehler. No ano seguinte, novamente na rodada inicial no qualy, nova derrota desta vez para tenista da casa Victoria Duval, até então Wild Card para disputa do qualy devido ranking abaixo dos 200. A brasileira era 106º colocada na WTA naquele momento.

Em 2014, fez enfim sua estreia na chave principal do major contra a russa Anastasia Pavlyuchenkova, então cabeça de chave 23 do torneio. Derrota por 6/2 e 6/0 logo na estreia. Ano passado, outra 1º rodada da chave principal, e nova eliminação para outra russa, desta vez a cabeça 13 Ekaterina Makarova.

Em 2016, no piso duro, o melhor resultado de Teliana no circuito mundial da WTA foi a 2º rodada em Miami, quando perdeu para Ana Ivanovic nesta rodada após passar pela compatriota Bia Maia. Fora isso, não passou de nenhuma 1º rodada no Rio 2016, Florianópolis, Brisbane, Hobart e Australian Open.

Tendo o saibro como seu piso favorito e onde seu tênis rende mais (haja visto a 2º rodada em Roland Garros este ano), a espectitiva dela neste US Open já largando na chave principal é tentar enfim avançar para a 2º rodada do major e beliscar alguns pontos a mais para dar uma leve melhorada em seu final de ano na WTA. Possibilidade sempre existe, mas as reais chances passam primeiro pelo sorteio, onde pegar cabeças de chave fortes neste piso como nas 2 últimas vezes pode ser um péssimo sinal.

FICHA TÉCNICA

Teliana Pereira

NASC: 20/07/1988 – 28 anos

LOCAL: Santana do Ipanema

RESIDÊNCIA: Curitiba (Brasil)

RANKING ATUAL: 136º

MELHOR RANKING: 43º em OUT/2015

MELHOR RESULTADO EM US OPEN: 1º rodada da chave principal (der. Ekaterina Makarova 6/3; 6/3)