Guilherme Clezar vence o primeiro set, mas leva virada de suíço e cai na estreia do US Open

Portoalegrense atropelou na primeira parcial, mas depois viu Chiudinelli ser superior e levar a partida

Guilherme Clezar vence o primeiro set, mas leva virada de suíço e cai na estreia do US Open
Chiudinelli dominou com o primeiro serviço para vencer a partida. (Foto: Getty Images)
Marco Chiudinelli
3 1
Guilherme Clezar

Na tarde desta segunda-feira (29), o brasileiro Guilherme Clezar fez sua primeira partida em Grand Slams na história do circuito mundial. Mesmo empolgado pelas vitórias do qualifying, o gaúcho perdeu para o suíço Marco Chiudinelli por três sets a um, com parciais de 2/6, 7/6 (6), 6/2 e 6/4, após 2h58 de jogo. Esse foi o primeiro confronto entre os dois tenistas.

O primeiro set foi de total domínio do portoalegrense. Sem errar nada, Clezar foi aproveitando-se do segundo serviço do seu oponente, que não conseguia fazer a bola andar e facilitava a devolução do brasileiro. Em apenas 27 minutos, Guilherme quebrou duas vezes o saque do suíço e venceu por 6/2.

A segunda parcial teve Chiudinelli mais focado, e também mais consistente no seu segundo serviço. Por outro lado, Clezar atacou menos, e por isso viu seu saque ser quebrado duas vezes. Mesmo assim, o gaúcho seguia dominando com o primeiro serviço e conseguiu ganhar força, levando a parcial para o tiebreak.

No desempate, o set escapou por muito pouco. Marco foi perfeito e não cometeu erros em seus saques. Pressionado, Guilherme tentou atacar e subir à rede, mas levou uma passada e perdeu a segunda parcial por 7/6 (6).

O set seguinte seria rápido, também. Em apenas 33', Chiudinelli utilizou-se de sua experiência para prolongar as trocas de bola, percebendo o momento mentalmente instável de Clezar. Assim, o suíço forçou seu adversário a errar seis bolas e perder-se no jogo. Guilherme perdeu a parcial por 6/2, levando a virada.

Logo no começo do quarto set, Clezar voltou a encontrar seu jogo, e conseguiu uma quebra de serviço, abrindo 2/0. Mesmo assim, Marco voltou a usar a tática anterior e forçou os erros de Guilherme, que perdeu o set decisivo por 6/4. 

Agora, Marco Chiudinelli aguarda pelo vencedor do confronto entre francês Lucas Pouille e o cazaque Mikhail Kukushkin. No retrospecto, são dois jogos (1-1) com Lucas e três confrontos com (0-3) Kukushkin até hoje.